Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

a outra coluna | Pedro Reis

Instituto Eu Quero Viver

+ artigos em: cidadania & política | edição uberlândia | artemcacos

Ano: 2018 | 17 | 16 e anteriores

escrito numa terça-feira, 2 novembro, 2010 23:50 para ser lido quando for necessário

Aos que se foram e aos que ficaram

 
 
 
Michelangelo
 
   
  A criação de Adão (detalhe)  
     

Lidar com as perdas, talvez, seja tarefa das mais difíceis nas nossas vidas. Podemos reagir de diferentes formas diante delas, mas só o que vai em nosso coração (e só cada um é capaz de avaliar isso) é que é verdadeiro.

Primeiro um beijo no coração dos que viveram hoje, a lembrança de alguém profundamente especial que já não está mais por aqui e por isso choraram ou se recolheram. Tenho como crença que do outro lado, cada um deles, sentiu a mesma coisa e que por isso mesmo mostraram que seguem presentes nos corações dos que ficaram e vice-versa.

Depois celebrar a oitava superior que cada um é, crendo que aquele que se foi, seguiu de alguma forma melhorado naquele que ficou. Esse era o sonho deles, mesmo que não soubessem disso.

Pessoas há em nossa vida que passaram e deixaram em nós sua marca, outras mesmo deixaram uma sequência do DNA nas nossas vidas e portanto cabe-nos de algum modo fazer o mesmo. O nome disso é evolução, em seu sentido mais sublime.

Amanhã, quando levantarmos para mais um dia, haveremos de lembrar que aqueles que aparentemente nos deixaram, estão ali, nos nossos gestos, nossas crenças, nossas manias, nossos objetivos de vida. E como são fortes esses traços que alguns inclusive negam.

Um dia de lembrança de perdas, precisa ser necessariamente um dia de votos de encontros para que a vida não perca seu sentido. É fato que a lagarta que virou casulo renascerá como borboleta e que a pequena bolota, surgirá um dia como um frondoso carvalho e que a vida seguirá seu curso independente e apesar de nós e que mesmo assim de alguma forma seremos imprescindíveis para que toda essa dança marque cada um de seus passos.

Amanhã, quando levantarmos, será aquele sorriso que já não vemos, que sorrirá para nós no espelho, será aquele cheirinho de café que trazemos na memória, que embalará o começo do nosso dia. Só para lembrarmos que tudo permanece vivo, porque vida é tudo de que somos feitos. Os que se foram e os que ficaram, tornando-se um só.

E se o seu coração de algum modo ficou apertado é o afago da mão que pensamos distante, da voz que se perdeu na correria do dia-a-dia, antes que pudéssemos perceber.

Que a reflexão do dia que termina seja a luz do dia que se aproxima, logo ali atrás do Sol que nos espera para mostrar que tudo continua e ainda mais bonito, graças aos que um dia passaram, nos fizeram e nos deixaram para alegria e realização de suas memórias e sonhos inacabados.

Lidar com as perdas, talvez, seja tarefa das mais difíceis nas nossas vidas e talvez o único e precioso remédio seja viver melhor e fazer melhor tudo aquilo que nos ensinaram. Tudo que deixaremos por aqui quando for a nossa vez de legar a outros a tarefa de continuar.

Celebrar-lhe as partes boas e aplaudir-lhe a dedicação que por obra da Graça, perpetua-se naqueles que chegaram nesse mundo através dele. Esse reconhecimento se transforma em alegria e fortalece-lhe as asas para que seu voo de regresso seja abençoado e ele possa seguir na jornada sabendo que fez o seu melhor.

Beijo luminoso no seu coração.

ARTIGOS | OUTROS ARTIGOS DESTE AUTOR

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

Mapas do Triângulo

Meteorologia

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest