Doe para manter a versão nacional       Assine a edição local de Uberlândia

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA
Instituto Eu Quero Viver
quarta-feira, 5 outubro, 2011 23:55

Mantenha-se com fome, mantenha-se bobo

 
 
 
Apple
 
   
  Thank you  
     

Um cara como Steve Jobs, é pura transcendência. Ele não construiu uma companhia de sucesso, nem projetou equipamentos inteligentes. Ele ensinou um estilo de ser e viver e seus adoráveis "brinquedos" foram a linguagem que ele elegeu para passar sua mensagem.

Não foi o revolucionário da tecnologia, mas quem ensinou a enxergar para além do véu, para adiante da cortina das coisas comuns.

Quando ele e outros despontaram no mundo, eu também começava a minha trajetória. Aqueles anos foram um divisor de águas na história da humanidade e que resultou em tudo isso que vemos hoje em termos de tecnologia da informação e que tanto nos maravilha.

Não vou falar aqui da tajetória, nem enumerar fatos e dados da grandiosa história que Steve Jobs ajudou a escrever desde a introdução, adiantando em muito, os parágrafos que viriam no futuro.

Ele sonhava em fazer um mundo melhor e fez, deixando-nos a tarefa de saber utilizar com inteligência.

Como um Barão de Mauá cibernético, ele não estava preocupado com outra coisa que não fosse facilitar as coisas, planejar, estruturar e construir caminhos. Visionário e prático ao mesmo tempo.

No discurso de Stanford, Steve Jobs coloca em apenas 14 minutos e com simplicidade uma receita para ser bem sucedido e mostra humildade e discernimento. Não me cabe aqui fazer observações. Assista o vídeo (abaixo) e reflita.

Ele foi a principal inspiração, junto com outras figuras sabiamente desalinhadas a me ensinar que o impossível é apenas aquilo que ninguém quer fazer e que apesar de todas as adversidades, é justamente nelas que repousam as respostas e o sucesso. às vezes, não exatamente do jeito que gostaríamos, mas exatamente do jeito que mais à frente haveríamos de compreender.

Nasceu, viveu e prosperou fora da caixa, seguindo as batidas do próprio coração e só por isso é que não morre. Porque viveu para além de si, legou, ensinou e mudou o rumo do que poderia ter sido uma época de mediocridade, permitindo a todos fazer sua própria revolução pessoal.

Mantenha-se com fome, mantenha-se bobo. Essa é a mola propulsora de todos os avanços o que vai te levar sempre adiante.

Mantenha-se com fome, mantenha-se bobo! Obrigado Steve Jobs.

ARTIGOS | OUTROS ARTIGOS DESTE AUTOR

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Considere contribuir com o nosso trabalho!!! Obrigado!!!

Últimas no FarolCom

Veja também

Mapas do Triângulo

Meteorologia

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest