Doe para manter a versão nacional       Assine a edição local de Uberlândia

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

#zikazero | CLIQUE AQUI, SAIBA MAIS E PARTICIPE | #zikazero
A sociedade mobilizada para vencer a luta contra o mosquito

Instituto Eu Quero Viver
sábado, 31 dezembro, 2011 14:13

Prudência e canja de galinha

Fubar Obfusco/Wikipedia

Janus o deus dos portais e das transições. Busto do Museu do Vaticano

Transpor a virada do ano não requer grandes malabarismos e depende em boa parte de pequenos cuidados com coisas que nessa época costumam ser mais negligenciadas pela evocação do espírito de férias e de festas.

A comemoração ocidental tem origem num decreto do governador romano Júlio César, que fixou o 1 de janeiro como o Dia do Ano-Novo em 46 a.C.

Na mitologia Greco-Romana, Jano é o deus dos portais e transições, inícios e fins. Também é associada a ele a mudança entre a vida primitiva e a civilização, o obscurantismo e a ciência, o campo e a cidade e as cerimônias de mudança durante as vidas dos mortais. É representado com duas faces, uma olhando para o passado, outra para o futuro. O mês de janeiro homenageia Jano.

Esse ponto de transição marca o fim de uma experiência e a abertura de novas possibilidades e talvez por isso provoque tanta ansiedade e euforia nas pessoas.

No exato tempo em que finalizava esse artigo, chegou a notícia da morte do jornalista e escritor Daniel Piza, quase que ao mesmo tempo em que iria discorrer sobre a morte de causas naturais ou de um mal súbito, que já seriam bastantes para ceifar do nosso convívio, pessoas queridas e importantes.

Essa é a única causa pela qual deveríamos ir desse para o outro lado, de modo que ao adotarmos a prudência aumentaríamos as probabilidades de permanecer vivos por um bom tempo. Excetuado o fortuito

Nos últimos dez anos, mais de 100 brasileiros morreram vítimas de queimaduras por fogos de artifício e quase seis mil foram internados por esse motivo. Só de janeiro a outubro deste ano, 461 pessoas precisaram ser hospitalizadas em virtude deste tipo de acidente. (Agência Saúde)

Nessa época do ano, caem os estoques dos bancos de sangue, aumenta o número de acidentes e o de crimes violentos. Aparecem em número também muito grande os fogos de artifício; o encontro de motoristas inexperientes com outros muito experimentados e com excesso de confiança em estradas nem sempre bem conservadas e no caso do hemisfério sul, um volume considerável de chuva. E não posso esquecer das intoxicações alimentares.

De acordo Eliana de Souza, pediatra e coordenadora da Clínica Pediátrica do Hospital João XXIII da Fundação Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig), as crianças são alvos fáceis das bactérias causadoras das intoxicações. Ela explica que o principal tipo de intoxicação é a bacteriana, causada pelas bactérias Salmonella ou Stafilococus, que podem ser originadas no preparo ou pela deterioração dos alimentos, como maioneses caseiras e carnes. Os sintomas são: febre alta, diarréias (que podem ou não conter sangue), mal estar e dores pelo corpo. (Agência Minas)

Ou seja, o período é por demais agitado e carregado de ansiedade e isso é extremamente nocivo a qualquer comemoração e a passagem de ano que é comemorada por alguns bilhões de pessoas quase que simultaneamente requer mais atenção e equilíbrio da nossa parte.

Quero continuar partilhando da sua companhia no novo ano, quero que você continue lendo o FarolCom e participando de maneira cada vez mais intensa desse maravilhoso exercício chamado Vida. E mais do que isso, quero você "fora das estatísticas", contribuindo do seu jeito para um mundo melhor.

Leia também:

Fhemig alerta sobre acidentes domésticos no período de férias

Quedas durante brincadeiras representam a terceira maior causa de morte infantil

Fogos de artifício não são brinquedo

Prudência e canja de galinha

Cuidado com as intoxicações alimentares

Cuidados com a alimentação nas festas de final de ano

Cuidado deve ser redobrado nas estradas nesta época do ano

ARTIGOS | OUTROS ARTIGOS DESTE AUTOR

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Considere contribuir com o nosso trabalho!!! Obrigado!!!

Últimas no FarolCom

Veja também

Mapas do Triângulo

Meteorologia

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest