Doe para manter a versão nacional       Assine a edição local de Uberlândia

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

#zikazero | CLIQUE AQUI, SAIBA MAIS E PARTICIPE | #zikazero
A sociedade mobilizada para vencer a luta contra o mosquito

Instituto Eu Quero Viver
Domingo, 6 Julho, 2014 23:54

Cinthia, Neymar, tantos anônimos e a necessidade de escândalo

Marcello Casal Jr. / Agência Brasil
Neymar saindo do campo carregado
Até agora não fica claro quem é o autor da foto
Neymar chegando no hospital e a expressão da moça.

Quando Andy Warhol profetizou que no futuro todos teriam seus quinze minutos de fama, talvez não imaginasse o quão próximo dele estava esse futuro.

Tempos atrás, em entrevista no canal Globo News, o rabino Adin Steinsaltz afirmou que vivemos num tempo onde tudo é permitido e nem por isso as pessoas são mais felizes, mas marcou-me um trecho onde ele respondia sobre como seria lembrada esta época no futuro. "Seremos lembrados como uma época em que reinaram Baal, Astarte e Calíope", respectivamente deuses do dinheiro, do sexismo e do escândalo.

Num esporte onde o contato é inevitável, lamenta-se quando por um desses, o atleta leva a pior, no caso nosso grande jogador Neymar Jr. que numa entrada do colombiano Zuñiga acabou com uma vértebra fraturada e por conta disso não jogará mais na Copa realizada no Brasil.

A fratura em si caiu para segundo plano e as três divindades, rapidamente ocuparam a cena.

Sem talvez saber quem teria sido Andy Warhol ou Calíope, uma funcionária do hospital, para onde o atleta foi levado, usou da modernidade para ganhar seus quinze minutos e segundo as mesmas fontes, será demitida por isso. (Cinthia, segundo vários veículos de imprensa)

A quantidade de memes produzidos pelo fato, geraram inclusive um vídeo que está no Facebook, mostrando impensáveis razões para a contusão do atleta. Piada.

Por outro lado o festival de ofensas e ameaças desferidas ao colombiano beiram o medo, tamanha a virulência das palavras. O que reforça a opinião do rabino e confirma a profecia do artista.

Não vai ser difícil alguma revista masculina, assim que os ânimos esfriarem, convidar a funcionária para uma sessão de fotos. Pode acontecer, se for mesmo uma enfermeira, que o Conselho de Enfermagem abra um processo ético. Os ânimos exaltados e as informações inconclusas não são exclusividade do nosso tempo, a diferença é o smartphone e o wi-fi.

Quantas vezes você já presenciou um acidente como o fatídico que aconteceu em Belo Horizonte e 95% das pessoas aglomeradas não podem, nem fazem absolutamente nada para ajudar. Todos ficam fazendo cara de Calíope e postando fotos nas redes.

Todo mundo quer democraticamente tirar uma casquinha, mas informação demais desinforma, distorce, cria algozes e vítimas desnecessários. É só lembrar da senhora que foi espancada no Guarujá e que acabou morrendo deixando os filhos menores.

Quem pode julgar o encontro no campo entre Zuñiga e Neymar Jr. é a FIFA, quem pode avaliar as circunstâncias da queda do viaduto em BH é o CREA e a Polícia.

E nós brasileiros, que em geral somos estomacais para avaliar situações, podemos nos esmerar em usar o coração e o cérebro para discernir e separar os assuntos e entender que rede social não é o esgoto da humanidade. Essa vocação para caçar desgraça atrai a própria, faz-nos perder a dimensão das coisas que estão em curso no país, as boas e as nem tanto que precisam ser aprimoradas.

Aqui entre nós acontecem muitas coisas tristes e nem sempre, quase nunca, vemos a dor das pessoas que passam por esses dramas. A filha da motorista do ônibus que agora é órfã e a família do rapaz que morreu também sob o viaduto. A negligência e a malemolência mudando destinos, ceifando vidas. Nossas favelas, nossos excluídos, nossa corrupção.

Foi uma Copa do Mundo bonita, os agouros todos não se confirmaram na dimensão alardeada, mas o país tem que avançar muito e aproveitar toda a beleza e o potencial dessa gente que não desanima, passar da teoria à prática.

A tecnologia e a ignorância criam realmente uma bomba de efeitos imprevisíveis que eu espero de verdade seja revertida em breve tempo.

Cinthia, Neymar e os tantos anônimos não necessitam de escândalo, ninguém precisa de escândalo, precisamos apenas de atitude, mas com conhecimento de causa e não com achismos e sabedoria de boteco e rede social.

Pêsames e orações aos que perderam seus entes queridos e mesmo a fonte de sustento e recuperação com êxito dos acamados.

ARTIGOS | OUTROS ARTIGOS DESTE AUTOR

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Considere contribuir com o nosso trabalho!!! Obrigado!!!

Últimas no FarolCom

Veja também

Mapas do Triângulo

Meteorologia

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest