Doe para manter a versão nacional       Assine a edição local de Uberlândia

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

#zikazero | CLIQUE AQUI, SAIBA MAIS E PARTICIPE | #zikazero
A sociedade mobilizada para vencer a luta contra o mosquito

Instituto Eu Quero Viver
sábado, 27 dezembro, 2014 - 6h57

A fórmula velha não suporta necessidades novas

Pedro Reis/FarolCom
Usar uma única régua não resolve coisa nenhuma

À luz das pesquisas científicas, em especial na Física, realizadas nos últimos 30 anos, já deveríamos nos comportar e nutrir expectativas diferentes daquelas, que adotadas há 300 anos ainda vigoram em todas as áreas da vida.

Assista no YouTube "A Matriz Viva"

Liberdade, Igualdade e Fraternidade é um lema que poderia ser trocado por Consciência. Quem não se deixa levar pela maré do senso comum (na sua expressão mais rasa) sabe que os três paradigmas do lema não se conquistam materialmente, nem mesmo são possíveis com a força da lei ou das armas.

Talvez o único lugar onde isso seja verdade é quanto aos aglomerados de carbono em suas infinitas combinações. Nós inclusive.

Que o mundo passa por profundas transformações é mais que visível. As redes sociais expuseram de forma brutal o que significa a expressão Diversidade e aí primeiramente o conceito de Igualdade já cai por terra. Não somos iguais, (salvo pelo aglomerado de carbono) somos diversos.

Partindo daí, se todas as velhas fórmulas políticas, científicas, religiosas, filosóficas, emocionais e fisológicas demonstram seu cansaço e sua caducidade, me espanta que tantos estejam defendendo o novo usando a mesma cantilena batida que fez a alegria de poucos desde que Descartes e Newton colocaram a vida e o pensamento em "caixinhas explicadoras".

Fenômeno na Espanha, Podemos inspira os descontentes no Brasil - Em que pese estar vestido com roupas de indignação, já na legenda da foto: Pablo Iglesias, "principal referência do Podemos", "fala a 8 mil ativistas", reunidos em Madri para assembleia em que movimento (Pablo Iglesias) começou a definir sua estratégia e princípios éticos coletivos - Quantos já fizeram isso em outras épocas com supostos propósitos igualitários? Aqui já temos um líder e seus liderados.

Acontece que os conceitos Cartesianos/Newtonianos são excelentes para calcular trajetórias de foguetes, organizar bibliotecas, erguer prédios, construir máquinas, mas são absolutamente inúteis para explicar gente.

Qualquer movimento que venha reivindicar o novo através da criação de partidos políticos ou os tais "coletivos" são mais da mesma coisa que já mostrou-se fora da validade, portanto imprópria para consumo.

Não se muda o sistema de ensino colorindo as paredes, nem o sistema financeiro colocando bichinhos na propaganda dos bancos, nem promovendo o que quer que seja com essa mesma linguagem estupidificante de bonecos e pantomimas para vender celular, carro, roupa, cosmético, embutidos, bebidas e o escambau.

Para mudar é preciso existir Liberdade, de longe a mais perigosa e dúbia das aspirações humanas e um paradoxo. Não se pode tê-la sem se restringir até o limite do mesmo direito do outro. O jeito é trocar por Respeito e isso demanda Consciência. Liberdade e Respeito precisam andar de mãos dadas.

Acredito que qualquer movimento de grande escala é mais do que desnecessário. Vale de doações aos necessitados em épocas festivas a shows de música. Aglomeração não combina com Respeito e Liberdade. O ser humano consciente prescinde de representações.

O ser humano medieval precisava de guardas e patronos, uma notícia podia levar meses para cobrir um país inteiro e podia chegar depois de uma provável reviravolta. Hoje não mais. O smartphone, por impreciso que seja, chega primeiro, mostra incompleto, mas mostra.

Não será necessário redundar. Tudo, absolutamente tudo que fez sentido e sobre o que está repousada a sociedade como a conhecemos, perdeu se valor.

Política é um exercício contínuo na vida de cada pessoa, não o papel de grupos eleitos, fome e sede todos sentem todos os dias, velhos todos ficamos, moços todos já fomos. Reconhecer que não estamos dentro da caixa e que a pessoa ao nosso lado tem as mesmíssimas necessidades básicas é a porta para a Fraternidade.

Campanhas que arrecadam donativos no Natal e no começo do inverno, são a demonstração mais clara de que não resolvemos o problema, apenas colorimos e enfeitamos.

Programas Sociais e Habitacionais sem a devida e imprescindível infraestrutura local com escolas, creches, qualificação profissional, cultura, saúde, segurança, transporte, saneamento básico, é disfarçar a miséria para justificar a "bondade" creditando para poucos o que é o mau uso da riqueza de todos.

Esse mundo linear é que prega valores ídem. Querer resolver tudo de uma vez pela canetada ou pelo falso senso de poder resulta em fracasso a curto, médio e longo prazo.

A ideia de salvador da pátria, pai dos pobres o rei ou o senhor seja lá o nome que se dê para isso, era muito bonita e talvez a única possibilidade no mundo de mil anos atrás. Hoje não.

Acordei hoje com um sentimento que vai ao encontro daquilo que faço, do meu jeito, todos os dias. Logo ao ocupar esse meu posto de trabalho, deparei-me com uma postagem da Dannie Karam, uma grande amiga e ativista cibernética, a foto de um livro e a frase marcada de Charles Bukowski [A gente começa a salvar a humanidade salvando uma pessoa de cada vez; todo o resto é delírio romântico ou político].

Nada mais válido para os dias de hoje. Não espere que alguém resolva tudo. Resolva você com uma pessoa que esteja ao seu lado. Isso é Revolução, o resto é delírio.

ARTIGOS | OUTROS ARTIGOS DESTE AUTOR

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Considere contribuir com o nosso trabalho!!! Obrigado!!!

Últimas no FarolCom

Veja também

Mapas do Triângulo

Meteorologia

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest