Doe para manter a versão nacional       Assine a edição local de Uberlândia

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

#zikazero | CLIQUE AQUI, SAIBA MAIS E PARTICIPE | #zikazero
A sociedade mobilizada para vencer a luta contra o mosquito

Instituto Eu Quero Viver
domingo, 29 março, 2015 - 11h51

Cada um de nós é uma história sem começo e sem fim

Cada um de nós é uma história que começou num tempo impossível de precisar e vai seguir adiante por um tempo que sequer podemos imaginar. O que somos agora, é um capítulo que concentra tudo aquilo que já fomos e o rascunho de tudo que viremos a ser.

Dentro de nós moram todos: Os tristes e os alegres, os bem sucedidos e os nem tanto, os doentes e os saudáveis, os corajosos e os covardes, o bom e o mau, o tudo e o nada.

Nessa trajetória estamos todos os dias descascando camadas, descobrindo e redescobrindo coisas que em algum momento nem supunhamos saber, fazer ou existir.

Ilustração
Do vapor à nuvem, muita coisa mudou

Uma receita infinita, cuja fórmula é modulada o tempo todo pelas nossas emoções e pensamentos, geradores de sentimentos que são a linguagem corrente entre tudo no universo.

Não somos isso ou aquilo, somos o exercício perpétuo da consciência organizando-se, evoluindo-se de um modo que ninguém ainda conseguiu explicar direito.

Tentamos, é bem verdade. A Filosofia, a Ciência e a Religião por milênios buscam definir e entender o ser humano, mas esquecendo-se que somos uma história, que não são os capítulos que definem, que o elefante como na parábola não é só pata, só dorso ou só tromba e nem por isso deixa de ser um elefante.

Se olharmos ao redor veremos que a expressão exterior, o que se chama de vida é absolutamente diversa e querer colocar tudo em caixas, em trilhos, em prateleiras é fatalmente deixar alguma ou muitas coisas de fora.

Não. A vida não se explica por fórmulas e tratados, por códigos de conduta de qualquer ordem. As coisas são o que são como reflexo daquilo que cremos, segundo o conjunto de experiências vividas e assimiladas e nem por isso deixam de mudar. Fórmulas, tratados e códigos, são ferramentas de transcendência, não a transcendência em si.

As verdades pétreas não cabem mais no momento que a vida sobre a Terra atravessa, pétreas devem ser a busca, a experiência, baseadas somente naquilo que temos ao nosso redor. O questionamento permanente que vai permitir a depuração daquilo que representamos individualmente.

Os valores sobre os quais toda a nossa estrutura social foi construída, perderam completamente a validade. Todos. E a tarefa agora é redesenhar a partir do zero. Os valores antigos podem servir de referência, comparação, mas não podem mais nortear as nossas ações.

Agora

O estranho acidente aéreo nos Alpes, o atropelamento cruel de uma senhora dentro do terminal local de ônibus e seu falecimento hoje (29), a criança que executa um refém do EI, as crianças-bomba. O sequestro das meninas pelo Boko Haram na Nigéria. Os tiros no Parlamento do Canadá, as mortes na revista e no mercado em Paris. E mais. Lê-se a primeira página dos jornais e a sensação é de que o mundo virou do avesso, mas é a quintessência da perda da inocência. As coisas perderam mesmo o sentido, estamos no vácuo entre o velho e o novo.

Fazer é preciso, mas sem usar nenhuma fórmula conhecida, nenhuma ferramenta, nenhum mapa e no entanto obter resultados cada vez melhores, mais seguros e mais amplos.

Respostas prontas e soluções imediatistas não cabem mais no campo das atitudes. Impossível é apenas aquilo que nunca ninguém fez ou que nunca aconteceu, mas isso não é garantia pétrea é apenas um estado vigente que pode mudar. Por isso não se deve fazer nada pela metade ou de horizonte estreito.

A relação espaço-tempo está diferente, mais acelerada e mais sutil e vai encontrar seu novo ponto de harmonia. Eu acredito nisso e nada vai lembrar aquilo que já foi. Chega de adaptações. É tempo de começar de novo.

ARTIGOS | OUTROS ARTIGOS DESTE AUTOR

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Considere contribuir com o nosso trabalho!!! Obrigado!!!

Últimas no FarolCom

Veja também

Mapas do Triângulo

Meteorologia

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest