Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

#zikazero | CLIQUE AQUI, SAIBA MAIS E PARTICIPE | #zikazero
A sociedade mobilizada para vencer a luta contra o mosquito

Instituto Eu Quero Viver
terça-feira, 2 outubro, 2012 23:02

Polo aeronáutico de Tupaciguara recebe investimentos

Divulgação SECTES - arquivo
O vice-governador Alberto Pinto Coelho e o secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, durante visita ao Instituto de Estudos Avançados (IEAv), órgão do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA)

Polo Aeronáutico de Tupaciguara recebe mais R$ 10 milhões em investimentos. Investimentos serão para laboratórios de pesquisas do Polo Aeroespacial de Tupaciguara

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) e a Universidade Federal de Uberlândia (UFU) , anunciam nesta quarta-feira (3), em Uberlândia, a liberação de R$10 milhões para a instalação de laboratórios de pesquisas do Polo Aeroespacial de Tupaciguara, no Triângulo Mineiro.

Os recursos representam a primeira parcela de um total de R$ 50,5 milhões de emenda da bancada mineira e estão sendo liberados pelo Ministério da Educação e Cultura.

Os recursos serão utilizados para equipar os laboratórios de engenharia aeronáutica da UFU e da empresa AXIS Aeroespacial em Tupaciguara, onde está em desenvolvimento a primeira aeronave. Nesse projeto, o Governo de Minas, por meio da Sectes e da Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig), já investiu R$ 7,2 milhões, utilizado no desenvolvimento do protótipo do modelo AX-2 Tupã, avião subsônico de seis lugares, comercial e executivo com características inovadoras e que tem o objetivo de ser ofertado a um custo baixo em relação ao que existe no mercado mundial.

Além da redução de custos, a AXIS trabalha no aumento da segurança, redução de emissões ambientais e do ruído externo. A empresa vai trabalhar também com tecnologias aeroespaciais, resultado da parceria com o Instituto de Estudos Avançados.

Investimentos
Segundo o secretário Narcio Rodrigues, a expectativa é de investir R$ 70 milhões em 2012 e 2013 no Complexo Aeronáutico de Minas Gerais como uma alternativa viável para a economia do Estado. No futuro, os investimentos poderão chegar entre R$ 250 milhões e R$ 300 milhões. Em relação à geração de empregos em todos os polos, ele diz ser difícil estimar, mas que no universo de 10 e 15 anos poderá haver uma geração de 10 a 20 mil postos de trabalho.

Para o reitor da UFU, professor Alfredo Júlio, o Complexo Aeronáutico de Minas Gerais vai gerar desenvolvimento econômico para o Triângulo e para todo o Estado. A universidade é uma das poucas instituições de ensino e pesquisa do Brasil a oferecer o curso de engenharia aeronáutica.

O polo no Triângulo Mineiro, que tem também a parceria do Instituto de Estudos Avançados (IEAv), ligado ao Ministério da Aeronáutica, faz parte do Complexo Aeronáutico de Minas Gerais, projeto trabalhado pelas secretarias de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes); Desenvolvimento Econômico (Sede) e Educação (SEE).

A iniciativa do complexo aeronáutico visa à diversificação econômica de Minas Gerais com uma indústria focada no desenvolvimento científico e tecnológico. Os demais polos em implantação ou expansão são: Itajubá (região Sul) com a fábrica de helicópteros Helibras e Universidade Federal de Itajubá (Unifei); Capacitação Profissional em Lagoa Santa (RMBH); Goianá com o Aeroporto Regional da Zona da Mata para atender ao Pré-Sal; e o Aeroporto Internacional Tancredo Neves (RMBH), que será transformado na primeira aerotropolis do Cone Sul, inspirada em modelos como o de Dubai e Cingapura.

via Agência Minas

Veja o que já publicamos sobre o assunto

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

Mapas do Triângulo

Meteorologia

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest