Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

#zikazero | CLIQUE AQUI, SAIBA MAIS E PARTICIPE | #zikazero
A sociedade mobilizada para vencer a luta contra o mosquito

Instituto Eu Quero Viver
quinta-feira, 25 outubro, 2012 23:49 - ECONOMIA

Espanha adota medidas de deportação voluntária para salvar empregos

morguefile.com
Países da União Europeia mais afetados pela crise tomam medidas drásticas para reverter o descenso de suas economias

A crise do Euro, que já dura dois anos, tem demonstrado que as soluções buscadas pelos líderes das duas principais economias européias, França e Alemanha, ainda estão longe de acontecer.

Enquanto isso, os países da União Europeia mais afetados pela crise tomam medidas drásticas para reverter o descenso de suas economias.

Este ano, a Espanha anunciou um pacote eufemista de deportação. O alvo da vez foram os equatorianos, que chegaram ao país com esperança de melhores remunerações e qualidade de vida, em relação ao que tinham em sua terra pátria.

A familiaridade com o idioma (ambos têm o espanhol como língua nativa) e a possibilidade de ganhar bem, mesmo em trabalhos tidos como subempregos, atraíram esses imigrantes equatorianos.

No entanto, em meio à maior recessão enfrentada pela comunidade europeia que utiliza a moeda única, cada governo tem buscado medidas austeras para salvar as finanças e o emprego em seus territórios. O regime do primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, anunciou em junho uma ajuda às famílias equatorianas que estavam no país. Elas receberiam 1.800 euros para deixar a Espanha voluntariamente. Ontem, 70% dos equatorianos já haviam deixado o território ibérico e regressado ao país de origem.

Esse número pode aumentar e atingir imigrantes de outras nacionalidades, visto que o premiê espanhol ainda não vai pedir ajuda financeira. Segundo o jornal El País, principal periódico espanhol, o resgate para equilibrar as contas junto ao Mecanismo Europeu de Estabilidade ainda pode acontecer.

O diário sinaliza que a ajuda deve chegar após o término das eleições locais partidárias. O Partido Popular, de Mariano Rajoy venceu em regiões importantes como a Galícia. Caso a vitória na Catalunha se realize, o premiê deve solicitar o resgate devido às dificuldades em resistir às imposições internacionais.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, atacou as medidas governistas espanholas em entrevista a um programa de televisão. Obama apontou a Espanha como exemplo de falta de reação à crise. Criticou especialmente o sistema imobiliário que levou diretamente ao problema na obtenção de crédito. Os bancos espanhóis também são os principais atingidos pela recessão e tiveram suas notas rebaixadas.

Enquanto as soluções não chegam, o país deverá aprender rapidamente a lidar com conflitos internos e pressões externas.

Leia outros artigos de Fillipe Alves Fillipe Alves especial para o FarolComunitário

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

Mapas do Triângulo

Meteorologia

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest