Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Agro | Negócios & Economia

Ecopontos, Feiras-Livres e outros serviços em Uberlândia
segunda-feira, 17 novembro, 2008 10:08

Programa Muito Mais Florada apresenta resultados significativos

 
 
 
Agência USP / arquivo
 
   
     

Em época de florada do café, a Bayer Cropscience oferece programa que contribui para a sanidade das lavouras e sua produtividade

Terminada a principal florada do café Conilon em setembro, os produtores se preparam agora para a florada do café Arábica, que acontece em outubro. A fim de possibilitar que a lavoura fique livre das doenças comuns à cultura e alcance resultados expressivos de produtividade, os cafeicultores devem se atentar a medidas que possam proteger seus pés de café dos fungos que debilitam as plantas, prejudicando as floradas.

Com o objetivo de proporcionar aos cafeicultores uma alternativa eficaz de manejo integrado de doenças da cultura do café, a Bayer CropScience desenvolveu o programa Muito Mais Florada Café. O Programa foi estruturado para o controle dos fungos que provocam a necrose e a morte das flores e, conseqüentemente, a inviabilização do crescimento saudável dos chamados “chumbinhos", futuros grãos que, após o ataque dos fungos, ficam com aspecto negro e poroso.

Para favorecer a eficiência de sua ação preventiva, o Muito Mais Florada utiliza um produto de contato, Rovral, e outro sistêmico, Folicur. A ação do fungicida de contato, que não requer germinação dos esporos, é complementada com a ação do sistêmico, que possui ação preventiva e curativa, cujo ingrediente ativo penetra e move-se intacto dentro da planta. “Por combinar dois produtos com mecanismos de ação diferente, o Programa contribui para o desenvolvimento da florada, com um aumento de produção de até 60%”, explica Marcelo Figueira, gerente de cultura Café da Bayer CropScience.

Como o programa objetiva o manejo integrado de doenças da cultura, deve ser aplicado, inicialmente, em duas épocas, comenta Figueira. “A primeira deve acontecer na pré-florada, antes da abertura da flor e, posteriormente, na fase de "chumbinho". É preciso estar atento ainda às condições favoráveis ao aparecimento da doença, como presença de vento, temperaturas baixas, alta umidade e presença de chuvas para, então optar por uma terceira aplicação, que deve acontecer em até 10 semanas após a florada principal”.

O Muito Mais Florada apresenta ótimos resultados por ter entre seus principais direcionamentos o manejo não apenas de uma patologia especifica, mas sim de todo o complexo de doenças que acometem as floradas de café. Além disso, o programa ainda controla a ferrugem remanescente da safra anterior, “fato que oferece aos produtores a oportunidade de iniciar o novo ciclo com a lavoura livre de focos de doenças”, conclui Figueira.

LVBA Comunicação

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest