Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Agro | Negócios & Economia

Ecopontos, Feiras-Livres e outros serviços em Uberlândia
 
segunda-feira, 22 dezembro, 2008 17:03

Girolando quer excelência no seu Programa de Melhoramento Genético

 
 
 
Divulgação
 
   
  A medida dará maior segurança ao sistema de registro a partir de 2009  
     

Registro genealógico terá, inclusive, a fotografia do animal

A Associação Brasileira dos Criadores de Girolando está aprimorando a sistemática de identificação dos animais, inclusive com a utilização de fotos dos bovinos – que estão sendo agregadas ao serviço de registro.

"A medida dará maior segurança ao sistema de registro a partir de 2009", revela o superintendente-técnico da Girolando, zootecnista Celso Menezes, lembrando que a entidade tem a delegação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para coordenar a formação da raça e promover os registros genealógicos do puro sintético (PS), a chamada raça pronta.

De acordo com ele, o carro-chefe da entidade, que é o PMGG – Programa e Melhoramento Genético da Raça Girolando, está recebendo um investimento significativo, tanto em termos financeiros, quanto em termos de projeto – que inclui a distribuição do sêmen, o acompanhamento nas fazendas, a avaliação das filhas, e a análise genética pós-conclusão do processo, em parceria com a Embrapa Gado de Leite.

“Quanto maior o número de tourinhos (touros jovens) testados e aprovados geneticamente, maior é a segurança de sua utilização, e o processo de melhoramento se acelera”, ressalta.

OS NÚMEROS – Segundo o superintendente-técnico, quatro grupos de touros já foram testados – totalizando 25 animais, sendo 13 com prova positiva (foram considerados superiores) e 12 com prova negativa. Cerca de 60 estão em fase de testes. Objetivo, segundo ele, é testar dez touros por ano.

Para a Megaleite 2009, que acontece de 29 de julho a 5 de junho em Uberaba, está previsto o lançamento do resultado do quinto grupo.

DOIS TEMPOS - A Girolando – segundo Celso Menezes, está investindo no futuro, com a mesma determinação e o mesmo compromisso com que tem se movimentado em favor de políticas públicas e privadas que possam amenizar a crise econômica por que passa a pecuária de leite.

“A associação trabalha para aprimorar, agilizar e operacionalizar suas atividades técnicas, visando ao melhoramento genético do animal girolando”, diz o superintendente. Hoje, segundo ele, a raça – nascida da fusão entre o gir e o holandês – responde por cerca de 80% da produção leiteira do Brasil.

"É fundamental, portanto, que a Girolando dê destaque ao melhoramento genético", afirma. As principais conseqüências deste trabalho, segundo ele, serão a melhoria nas práticas de produção; a adequação do produto às exigências do mercado internacional; e a produção de um leite seguro e de melhor qualidade. O resultado – acrescenta Celso Menezes – será o aumento da demanda, preços melhores para o produtor, além da fomentação das alternativas comerciais que o girolando melhorado pode proporcionar.

PRODUTIVIDADE – O superintendente-técnico recorda que a raça girolando tem dupla aptidão – leite e carne, mas, ressalva que sua característica fundamental é a produção de leite.

Porém, observa que, a partir do melhoramento genético, as alternativas são inúmeras: vendas de embrião, prenhez, sêmen, entre outras. "As exposições de girolando têm feito sucesso em todo o país", destaca.

O zootecnista faz questão de lembrar que os animais geneticamente melhorados passam por aumento de produção leiteira, têm uma maior eficiência reprodutiva, são mais adaptáveis, apresentam precocidade, e ainda expõem uma morfologia invejável. E o papel da Girolando, na sua avaliação, é de importância inestimável.

"Os cruzamentos, que eram feitos, em muitos casos, aleatoriamente, agora seguem um objetivo único, sob a orientação da associação – que é o de formar uma raça de alta qualidade leiteira", comenta.

Giselda Campos | Comunicação/Girolando

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest