Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Agro | Negócios & Economia

Ecopontos, Feiras-Livres e outros serviços em Uberlândia
 
quarta-feira, 13 maio, 2009 18:20

Quase mil bovinos de corte serão apresentados na Superagro

 
 
 
Superagro/divulgação
 
   
     

O rebanho mineiro de bovinos, da ordem de 22,5 milhões de animais e ocupando o segundo lugar no ranking nacional, gera uma produção anual de carne que gira em torno de 1 milhão de toneladas.

Na produção deste alimento, Minas Gerais figura entre os maiores do país, ocupando a terceira posição, atrás apenas do Mato Grosso e São Paulo. O Estado alcançou, no acumulado entre janeiro e abril, o montante de US$ 81,9 milhões com embarques de carne bovina.

Esses dados mostram que o crescimento no valor da carne comercializada por Minas no exterior foi de 21,3%, ante o mesmo período do ano passado.

Enquanto isso, o Brasil registra um plantel que chega a 180 milhões de cabeças, montante que mantém o país como o detentor do maior rebanho comercial do mundo. No Brasil, a produção anual de carne bovina chega a 8,5 milhões de toneladas, com cerca de 30% sendo destinado ao mercado internacional. O valor total das exportações brasileiras de carne bovina nos primeiros quatro meses deste ano foi de US$ 1,1 bilhão. As informações são da Superintendência de Política e Economia Agrícola da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), com base em dados do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Raças zebuínas
Ancorada neste mercado crescente, a 49ª Exposição Estadual Agropecuária, um dos eventos da Superagro, reunirá as principais raças zebuínas voltadas para pecuária de corte no Estado: nelore, brahman, guzerá e tabapuã. São cerca de 950 animais que vão participar dos julgamentos e leilões no Complexo Expominas/ Parque da Gameleira, em Belo Horizonte. De acordo com o coordenador estadual de Bovinocultura da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), José Alberto de Ávila Pires, as raças zebuínas se adaptaram bem ao clima tropical do país e ainda conseguem produzir bastante se alimentando no pasto, observou.

Além disso, o coordenador destacou que, com as modernas técnicas de reprodução animal, o desenvolvimento dos rebanhos de elite é crescente no Estado. Segundo ele, o potencial deste segmento tanto no país quanto em Minas Gerais é grande e a 5ª edição da Superagro está chegando para reunir as principais raças do gado de corte em um único ambiente, destacou. “O potencial deste setor é muito grande e Minas tem um papel de destaque no mercado, inclusive na reestruturação dos frigoríficos em plena crise financeira mundial”, considerou.

Porém, segundo o coordenador, o grande desafio deste segmento hoje é fazer com que o desenvolvimento tecnológico, por intermédio da genética, possa chegar ao rebanho comercial. “Minas Gerais possui cerca de 330 mil criadores de gado de corte. Desse montante, 91% têm até 50 animais na propriedade e não utilizam tecnologias. Por isso, este é o grande consumidor potencial a ser atingido. A tendência é que esses produtores busquem utilizar técnicas modernas, visando melhorar o desempenho”, afirmou.

A Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Estado de Minas Gerais (Seapa) trabalha com o programa Pró-Genética, que visa à melhoria da qualidade genética do rebanho bovino mineiro, criando condições para que, criadores de até 50 animais, possam ter acesso a essa tecnologia. “A Superagro é a mostra do que há de melhor no rebanho de elite, grupo que representa o salto no desenvolvimento do rebanho mineiro”, afirmou o coordenador.

Bons negócios
A expectativa é de bons negócios durante a Superagro 2009, projetou o gestor executivo da Associação Mineira do Brahman (AMB), Loy Rocha. Segundo ele, a entidade comparecerá ao evento com 380 animais, com genética de qualidade, o que acaba refletindo em todo o mercado, principalmente quando o assunto é com relação aos animais de elite. “Esse cenário é justificado pela diferenciação da carne do nelore, uma vez que os animais recebem alimentação específica e cuidados sanitários especiais. Com isso, os preços dos animais de ponta podem variar entre R$ 200 mil e R$ 4 milhões”, destacou.

Estreando nesta edição da Superagro, a raça Tabapuã se encontra hoje em franca expansão, presente em vários estados, inclusive em Minas Gerais, explicou o presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Tabapuã (ABCT), Renato Garcia Fernandes. De acordo com ele, a 49ª Exposição Estadual Agropecuária será a oportunidade de divulgar a raça e as características que a diferenciam no mercado. “O destaque é a precocidade, pois um animal dessa raça pode ser abatido com 24 meses e peso de 17,4 arrobas”, comparou.

Além das raças de corte a Superagro terá a presença de cinco raças leiteiras e também de eqüídeos, caprinos, ovinos e caprinos. A Exposição será realizada em dois turnos, de 27 a 31 de maio e de 3 a 7 de junho. Nos dias 1 e 2 haverá um intervalo para a realização de serviços de manutenção no Parque de Exposições.

A Superagro é uma promoção do Governo de Minas – por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e Sebrae -MG.

Agência Minas

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest