Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Agro | Negócios & Economia

Ecopontos, Feiras-Livres e outros serviços em Uberlândia
segunda-feira, 30 abril, 2012 22:27

Melhores da Terra apresenta os primeiros vencedores na Agrishow 2012

 
 
 
Divulgação
 
   
  Agrishow 2012 vai até 4 de maio  
     
 

+ Notícias de Agrishow 2012

Visite o site

Acompanhe no twitter

Acompanhe no Facebook

Veja também:
Fenicafé 2012
Expozebu 2012

 

30ª edição do Prêmio Gerdau Melhores da Terra apresenta os primeiros vencedores na Agrishow 2012

O Prêmio Gerdau Melhores da Terra, maior premiação da América do Sul para o setor de máquinas e equipamentos agrícolas, anuncia seus primeiros vencedores de 2012, ano de sua 30ª edição.

As empresas Kepler Weber S.A, Mepel Máquinas e Equipamentos Ltda, Implementos Agrícolas Marispan Ltda e Industria Agromecânica Pinheiro Ltda receberão os troféus da categoria Novidade Agrishow em cerimônia a ser realizada na quarta-feira, 2 de maio, no estande da Gerdau (Rua A7 D), às 11h.

Para definir os vencedores, a Comissão Julgadora percorreu a feira durante dois dias, antes da abertura oficial. As 20 máquinas e equipamentos inscritos foram avaliados detalhadamente e, além disso, seus representantes e/ou fabricantes foram entrevistados. A categoria Novidade Agrishow é voltada para máquinas e equipamentos lançados há menos de um ano e presentes na edição 2012 da Agrishow.

O Prêmio Gerdau Melhores da Terra conta também com a categoria Novidade Expointer, que avaliará produtos inscritos no Prêmio e presentes nessa feira agropecuária, com a categoria Destaque, que reconhece equipamentos com, no mínimo, um ano de existência no mercado, e da categoria Pesquisa & Desenvolvimento, para estudantes acadêmicos e profissionais das ciências agrárias ligados ou não a instituições de ensino. A Expointer é realizada no segundo semestre na cidade de Esteio (RS).

Há 30 anos, o Prêmio acompanha e incentiva o processo evolutivo do setor e o crescimento do agronegócio brasileiro, além das transformações que a tecnologia proporciona, como novas metodologias e aumento da produtividade. O objetivo do Prêmio é estimular a inovação, a qualidade, a tecnologia e a criatividade e oportunizar que o mercado conheça o que existe de melhor em máquinas, equipamentos e componentes de uso agrícola fabricados nos países membros do Mercosul e no Chile, além de trabalhos científicos na área da Engenharia Agrícola.

Para o coordenador da Comissão Julgadora do Prêmio e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Luiz Fernando Coelho de Souza, o agronegócio brasileiro tem apresentado significativa melhora na qualidade de seus produtos. “Os dois últimos anos foram bastante positivos para a agricultura do país. Os incentivos de crédito concedidos pelo governo permitiram aos produtores grandes investimentos em máquinas, equipamentos, novas tecnologias e insumos técnicos. Diante desse cenário, o setor registrou no Brasil a safra recorde de 159,204 milhões de toneladas em 2011”, ressalta.

O coordenador do Prêmio explica que esse número só foi possível devido às grandes conquistas obtidas na área de tecnologia e pesquisa agronômica, com expressivos ganhos de produtividade. Os dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apontam que há 30 anos, quando surgiu o Prêmio Gerdau Melhores da Terra, a agricultura contava com uma produção de 1.281 toneladas por hectare. Hoje esse índice quase triplicou, atingindo 3.263 toneladas por hectare. “Para 2012, a tendência é de um mercado estável, com leve crescimento. Este é o momento de investir na qualificação da produção, para assim proporcionar condições de entrada em novas praças”, conclui o professor.

A Comissão Julgadora agora volta suas atenções para as próximas etapas do prêmio: as categorias Novidade Expointer, com inscrições até 10 de agosto, Destaque, com inscrições até 15 de junho e Pesquisa & Desenvolvimento, com inscrições até 10 de agosto. Os próximos vencedores serão conhecidos na Expointer, no fim de agosto.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo website www.melhoresdaterra.com.br ou pelo correio, com carta para a Gerdau aos cuidados da Comunicação Corporativa - Avenida Farrapos, 1811 - Cep: 90220-005 - Porto Alegre - RS - Brasil. O regulamento completo do prêmio também está disponível online.

Os Vencedores

Produtos premiados são de fabricantes com unidades em SP e RS
Para a 30ª edição do Prêmio Gerdau Melhores da Terra, a categoria Novidade Agrishow foi dividida em Agricultura de Escala e Agricultura Familiar, de forma a contemplar os equipamentos que melhor atendem às necessidades de cada um dos dois segmentos.

Na divisão Agricultura de Escala, o Troféu Ouro foi concedido ao Secador de Grãos Khronos, fabricado pela Kepler Weber, de Panambi (RS). O produto contempla preceitos cada vez mais presentes na moderna agricultura, como a automatização de processos, eficiência energética e compromisso com o ambiente, bem como confiabilidade e qualidade de desempenho. O projeto desenvolvido pela Kepler Weber apresenta um novo fluxo de grãos no interior do secador, com distribuição mais uniforme do calor, o que aumenta a eficiência do processo e resulta em menor consumo de lenha para a fornalha.

O Secador Khronos conta com um maior número de sensores em seu interior, gerando correções automáticas no processo, o que reduz a carga de trabalho e aumenta a segurança do operador. O sistema inovador de coleta e queima das partículas sólidas também contribui efetivamente para a redução da poluição ambiental. As partículas resultantes do processo de secagem são direcionadas, por meio de fluxo de ar, para o interior da fornalha. A reordenação de fluxos e otimização do processo de secagem levaram, inclusive, a uma redução do tamanho do secador, refletindo na redução do preço final ao consumidor.

Já o troféu prata da divisão Agricultura de Escala foi para o Distribuidor de Adubo Orgânico Líquido Especial para Vinhoto, fabricado pela Mepel Máquinas e Equipamentos Ltda, da cidade de Estação (RS). O equipamento viabiliza a racionalização do manejo da vinhaça (vinhoto), sub-produto da fabricação do álcool e do açúcar. A prática vem sendo adotada pelas usinas de cana de açúcar brasileiras e realiza-se por meio da aplicação concentrada da vinhaça nas linhas de plantio. Os benefícios são a maior fertilização da cultura, melhoria na logística do transporte da vinhaça, preservação ambiental e aproveitamento da água residual da concentração do produto no processo produtivo.

O equipamento cumpre um papel importante no processo de distribuição da vinhaça a campo. Sua concentração implica em significativos investimentos por parte das usinas, mas há ganhos na logística (evita-se o transporte desnecessário de água para a lavoura) e na adubação eficiente da cultura (pela aplicação localizada do produto concentrado na linha de plantio). Atualmente, a distribuição por aspersão, uma vez que o produto contém água, é desuniforme em função da maneira como é aplicado, resultando em volume acima do necessário.

Na divisão Agricultura Familiar, o Troféu Ouro foi concedido para a Adubadeira Fertinox 1000E, fabricada pela Implementos Agrícolas Marispan, da cidade de Batatais (SP). A máquina é utilizada em propriedades cafeeiras de agricultura familiar, que, segundo dados do IBGE, concentram 38% da produção brasileira de café – são cerca de 275 mil propriedades que demandam equipamentos de porte e características específicas. A Fertinox 1000E, utilizada para a aplicação de fertilizantes, contempla as exigências desse tipo de exploração, como agilidade de manobra e precisão na aplicação de produtos.

Nessa mesma divisão, o Troféu Prata foi para o Conjunto Familiar Campeira, um equipamento multiuso constituído por uma ensiladeira e um triturador, fabricados pela Indústria Agromecânica Pinheiro Ltda, de Itapira (SP). O diferencial do produto, usado no ciclo de alimentação de animais, é o fato de os equipamentos serem montados em uma plataforma comum e acionados por um único motor, alternadamente e sempre que o produtor necessitar. A ensiladeira é utilizada para a moagem de cana, milho ou capim elefante, entre outros produtos destinados ao consumo animal, e o triturador tem um papel importante na composição da ração animal.

Atualmente, a agricultura familiar no Brasil ocupa 36,4 milhões de hectares para a produção de proteína animal, sendo responsável por mais da metade da produção de leite, aves e suínos e 30% da produção de bovinos no Brasil, segundo o último censo agropecuário. A escolha do conjunto deve-se à sua contribuição no alcance desses resultados. A utilização de apenas um motor para o funcionamento da ensiladeira e do triturador produz reflexos na redução de custos de aquisição pelo produtor. O conjunto familiar campeiro admite, para seu acionamento, motores que vão do elétrico ao de combustão interna e apresenta facilidade de alternância no uso da ensiladeira e do triturador.

Sobre a Gerdau
A Gerdau é líder no segmento de aços longos nas Américas e uma das principais fornecedoras de aços longos especiais do mundo. Com mais de 45 mil colaboradores, possui operações industriais em 14 países – nas Américas, na Europa e na Ásia –, as quais somam uma capacidade instalada superior a 25 milhões de toneladas por ano. É a maior recicladora da América Latina e, no mundo, transforma, anualmente, milhões de toneladas de sucata em aço, reforçando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável das regiões onde atua. Com mais de 140 mil acionistas, a Gerdau está listada nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque e Madri.

Imprensa | Gerdau

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest