Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Agro | Negócios & Economia

Ecopontos, Feiras-Livres e outros serviços em Uberlândia
quinta-feira, 3 maio, 2012 23:56

Rádio MDA apresenta Rede Brasil Rural durante a Agrishow

 
 
 
David Alves/MDA
 
   
  MDA apresenta Rede Brasil Rural durante a Agrishow  
 
Rádio MDA na Agrishow 2012
 
 

+ Notícias de Agrishow 2012

Visite o site

Acompanhe no twitter

Acompanhe no Facebook

Veja também:
Fenicafé 2012
Expozebu 2012

 

O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) apresentou, na tarde desta quarta-feira (2), a Rede Brasil Rural (RBR) aos agricultores familiares que foram ao estande da pasta na 19ª Agrishow - Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, que acontece em Ribeirão Preto, interior paulista.

O objetivo do MDA é familiarizar os agricultores com a plataforma, que visa aproximar os produtores de seus fornecedores e clientes.

“Temos que mostrar aos agricultores familiares, organizados em cooperativas, que existe a oportunidade de usar a Rede Brasil Rural como ferramenta para a comercialização de seus produtos”, afirmou Marco Antônio Viana Leite, coordenador da Rede e do Programa Mais Alimentos, do MDA. Segundo Marco Antônio, a plataforma, que funciona de forma virtual pela internet, conta ainda com uma série de vantagens, como a possibilidade de acesso ao crédito e a logística pelos agricultores. O produtor poderá, por exemplo, utilizar uma central de fretes e pesquisar as melhores condições e preços para o transporte de seus insumos e produtos.

No quesito transportes, a RBR conta com a parceria dos Correios, que entregarão os produtos da agricultura familiar comprados pelos clientes por meio da loja virtual onde serão expostos. “O e-commerce vai possibilitar que os produtos da agricultura familiar sejam acessados por todos nós consumidores” disse Marco Antônio.

O coordenador da RBR lembra ainda da parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O banco financiará as cooperativas e associações cadastradas na Rede, por meio do cartão BNDES. Marco Antônio destacou a importância do crédito para os pequenos produtores e sua evolução na última década. “Há oito anos tínhamos R$ 1 bilhão em crédito para a agricultura familiar, hoje temos R$ 16 bilhões. Avançamos muito”, relatou.

Com o cartão, as organizações de produtores poderão comprar máquinas, equipamentos e insumos por meio da Rede. As compras coletivas barateiam os preços, reduzindo os custos finais dos agricultores, consequentemente melhorando a renda das famílias no campo.

Os agricultores presentes no evento comemoraram a iniciativa. Juvenil da Silveira, de 65 anos, não conhecia a ferramenta, mas achou a ideia excelente. Ele afirma que a Rede poderá ajudar no desenvolvimento de sua vila, Agicê, distrito de Ranchadeira, no interior de São Paulo. “Nós temos muitas cooperativas na região, então vai ajudar muito”, opinou, sobre a nova ferramenta do MDA.

Seu Juvenil, que planta milho e soja em seu sítio de 30 hectares, faz parte da Associação dos Produtores de Agicê, que tem mais de 200 associados. A organização tem a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP jurídica), pré-condição para o cadastramento na RBR. O agricultor gostou da iniciativa do MDA e revelou que já teve acesso ao Pronaf, cujos recursos ele usou para investir em melhorias na propriedade. Para ele, as políticas públicas do Ministério ajudam muito o pequeno produtor.

Já Américo Higachi, de 47 anos, não participa de nenhuma cooperativa, mas também aprovou a Rede Brasil Rural. “Isso vai ajudar as cooperativas, o que é muito bom”, afirmou. O produtor de Presidente Prudente, interior paulista, planta milho e tem 100 cabeças de gado em sua propriedade, de 30 hectares. Ele explicou que ainda não conhecia a Rede, pois há poucas cooperativas em sua região.

Marco Antônio confirmou que um dos intuitos de apresentar a RBR na 19ª Agrishow é justamente aumentar o conhecimento dos produtores familiares. Lançada em dezembro de 2011, com a presença da presidenta Dilma Rousseff, a Rede começou a operar em março deste ano. Hoje estão cadastradas na plataforma virtual 452 cooperativas e associações, que congregam nada menos que 187 mil agricultores familiares. A meta para o final do ano, explica o coordenador, é elevar o número de organizações cadastradas para mil, congregando 400 mil produtores familiares. Nesse sentido, a participação na Agrishow, maior feira agrícola da América Latina e terceira maior do mundo, é muito importante, por ser uma grande vitrine para o Ministério do Desenvolvimento Agrário. Além da Rede, o Ministério trouxe para a 19ª edição do evento o programa Mais Alimentos. No estande de 1,5 mil metros quadrados do MDA, agricultores têm acesso a informações sobre a linha de crédito do Pronaf, que disponibiliza recursos para investimentos e aquisição de máquinas e equipamentos para que os agricultores familiares possam aumentar sua produção e renda.

Para mais informações, acesse a página do ministério na internet. O endereço é www.mda.gov.br.

Sonora (Marco Antonio Viana Leite)
A gente tem que mostrar para os agricultores familiares que existe uma possibilidade, para eles que estão organizados em cooperativas, que eles podem usar a Rede Brasil Rural como um mecanismo de comercialização dos produtos, acesso a crédito através do BNDES, acessar a logística de uma forma mais facilitada, então ele pode usar a Rede Brasil Rural que está a disposição dele, que foi criada para ele.

João Paulo Biagi | Ministério do Desenvolvimento Agrário
Governo Federal – Brasil: país rico é país sem pobreza

Ficha Técnica:
Duração: 1m22s
Formato: mp3
Tamanho: 1,25 MB

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest