Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Agro | Negócios & Economia

Ecopontos, Feiras-Livres e outros serviços em Uberlândia
quarta-feira, 13 fevereiro, 2013 23:05

Parceria da Codevasf com MPA em aquicultura é modelo

Kenedy Brayan/MPA
Marcelo Crivella conheceu um dos principais polos de piscicultura de Minas Gerais

O trabalho desenvolvido pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) em parceria com o Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) no reservatório de Três Marias, em Minas Gerais, precisa ser replicado em outras represas do Brasil.

Esta foi a conclusão a que chegou o ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella, que, junto com o diretor de Revitalização de Bacias Hidrográficas da Companhia, José Augusto Nunes, visitou nesta semana a área do reservatório no município de Morada Nova de Minas.

“Nós precisamos repetir aquilo que está sendo feito aqui com os pequenos produtores, as cooperativas - tanto a cooperativa da unidade de beneficiamento como a cooperativa que reúne os que engordam peixe em tanque-rede aqui na represa de Três Marias -, em todos os grandes reservatórios brasileiros”, disse o ministro.

Marcelo Crivella conheceu um dos principais polos de piscicultura de Minas Gerais, que produz 2 mil toneladas de peixes por ano, sobretudo tilápia, em 1,7 mil tanques-rede (gaiolas) espalhados em braços do reservatório de Três Marias. O polo congrega empresas e entidades de toda a cadeia produtiva do pescado, e por isso é considerado um arranjo produtivo local (APL) pela Codevasf e pelo MPA, que têm trabalhado em parceria para fortalecer o arranjo.

A parceria do MPA com a Codevasf na região inclui a implantação de cinco parques aquícolas cuja produção tem potencial para atingir 55 mil toneladas anuais de peixes. Além disso, em 2012 a Codevasf recebeu do MPA cerca de R$ 700 mil para certificar e acreditar o laboratório de limnologia do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Três Marias, mantido pela Companhia; e outros R$ 677 mil para o monitoramento limnológico e de biologia pesqueira em áreas de influência dos parques aquícolas da represa de Três Marias.

“A parceria do Ministério da Pesca com a Codevasf está transformando o potencial da região em realidade quanto à produção piscícola, para que possa gerar renda, emprego e sustentabilidade ambiental”, afirmou José Augusto Nunes, diretor da Codevasf responsável pelo trabalho em arranjos produtivos locais. O superintendente regional da Codevasf em Minas, Aldimar Dimas Rodrigues, e técnicos da Codevasf e do MPA também integraram a comitiva.

Em Morada Nova de Minas, Crivella visitou ainda uma unidade de produção de alevinos de tilápia (MultiFish), que se prepara para produzir 3 milhões de alevinos por mês, e a Coopeixe (Cooperativa dos Piscicultores do Alto e Médio São Francisco), que administra uma Unidade de Beneficiamento de Pescado (UBP), com capacidade para processar duas toneladas de pescado por dia.

A UBP foi implantada em 2006 numa parceria da Codevasf com o Ministério da Integração Nacional (MI), por meio da Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR), e com a prefeitura municipal de Morada Nova de Minas. O objetivo é permitir a agregação de valor e a certificação sanitária do pescado produzido, facilitando a sua comercialização, gerando renda e empregos.

“O Brasil tem mais de mil hidrelétricas, mas, com grandes reservatórios, são umas 250, como Três Marias. Então, nós precisamos repetir em Sobradinho, em Paulo Afonso, Tucuruí, Itaipu e em tantas outras aquilo que estamos fazendo aqui [em Três Marias]. Não é difícil, temos a tecnologia, sabemos como fazer, agora temos é que fazer, realizar”, disse o ministro.

Quase toda a produção do polo de piscicultura, que mobiliza 200 produtores familiares, é comercializada em Minas Gerais, inclusive para atender à demanda de escolas públicas da região. Além de Três Marias e Morada Nova de Minas, integram o polo pesqueiro os municípios de Felixlândia, Paineiras, Abaeté, São Gonçalo do Abaeté e Pompéu.

“A primeira unidade demonstrativa de produção de tilápias em tanques-rede no reservatório de Três Marias, Morada Nova de Minas, foi implantada pela Codevasf em 2001 - uma iniciativa pioneira na região”, explica a gerente de Desenvolvimento Territorial da Companhia, Kênia Marcelino. Após o sucesso dessa ação, destaca ela, outros produtores ingressaram na atividade, impulsionando o aumento da produção e a organização desse arranjo produtivo local.

Centro de Recursos Pesqueiros
Na área da represa de Santa Maria, a Codevasf mantém o Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Três Marias, que tem entre suas principais atividades a execução de pesquisas em limnologia e ictiologia; o desenvolvimento de tecnologias de reprodução artificial, larvicultura e alevinagem de peixes nativos na bacia do rio São Francisco; a realização de peixamentos na região do Alto São Francisco com alevinos de espécies nativas; e a promoção de treinamentos a estudantes e graduados em biologia, medicina veterinária, engenharia de pesca, oceanografia, agronomia e zootecnia.

As pesquisas nas áreas de piscicultura, limnologia e ictiologia, realizadas no centro em parceria com diversas instituições de ensino e pesquisa propiciaram ao longo dos anos a publicação de centenas de trabalhos científicos, entre artigos em revistas nacionais e estrangeiras, livros, capítulos de livros, monografias, dissertações de mestrado, teses de doutorado, e resumos apresentados em congressos.

http://www.codevasf.gov.br

por Comunicação Codevasf com informações da Voz do Brasil

Veja também o que publicamos sobre Pesca e Peixe

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest