Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Agro | Negócios & Economia

Ecopontos, Feiras-Livres e outros serviços em Uberlândia
quarta-feira, 18 maio, 2016 - 9h04

Miniusina da Epamig na Fenamilho

Miniusina de laticínios Via Láctea apresenta tecnologias da EPAMIG na Fenamilho em Patos de Minas

Isabela Avelar

A tecnologia de fabricação de queijos, bebidas lácteas e iogurtes desenvolvida pelo Instituto de Laticínios Cândido Tostes (ILCT) será uma das atrações que a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) vai apresentar na Fenamilho 2016, em Patos de Minas.

A miniusina Via Láctea vai reproduzir para o público o funcionamento de uma indústria de lácteos, desde a análise da matéria-prima até a distribuição do produto.

Erasmo Reis - Ascom EPAMIG
Na Fenamilho, a Via Láctea vai funcionar de 20 a 27 de maio | Foto: Erasmo Reis - Ascom EPAMIG
Na Fenamilho, a Via Láctea vai funcionar de 20 a 27 de maio

Através de um estande de vidro, a Via Láctea vai permitir que o público acompanhe passo a passo todo o processo de produção de laticínios, em pequena escala.

Ao final, os visitantes degustam os produtos e recebem informações de um técnico da EPAMIG sobre como produzir, quais os equipamentos necessários, a importância da higiene na produção e na qualidade dos alimentos.

Segundo a coordenadora de Transferência e Difusão de Tecnologia do ILCT, Luiza Albuquerque, o acompanhamento dos processos de fabricação de produtos lácteos permite que o pequeno produtor tenha uma ideia do funcionamento de uma indústria e, a partir daí, possa implementar seu próprio negócio.

Erasmo Reis - Ascom EPAMIG
Na Fenamilho, a Via Láctea vai funcionar de 20 a 27 de maio | Foto: Erasmo Reis - Ascom EPAMIG
Na Fenamilho, a Via Láctea vai funcionar de 20 a 27 de maio

"A possibilidade de fabricação de produtos lácteos em pequena escala, dentro dos padrões de qualidade, é um aspecto importante repassado ao público. Com os conhecimentos difundidos pela Via Láctea, os agricultores familiares podem se unir em cooperativas ou associações e iniciar a produção, aumentando a renda familiar e melhorando a qualidade de vida", ressalta.

Na Fenamilho, a Via Láctea vai funcionar de 20 a 27 de maio.

A previsão é processar, diariamente, cerca de 200 litros de leite para a fabricação de iogurte, bebidas lácteas, leite aromatizado de morango, pêssego e ameixa, mussarela, nozinhos de queijo, queijo Minas frescal tradicional e com milho.

Está programada a participação gratuita de diversos grupos de estudantes do ensino médio, universitários e produtores rurais na Via Láctea.

Saiba mais no Caderno Agro

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest