Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA
Instituto Eu Quero Viver
terça-feira, 30 março, 2012 11:58

Segundo pesquisador, é possível ganhar dinheiro com a reserva legal

ASSISTA AO VIVO

+ Fenicafé

Álbum no Flickr

Programação da Fenicafé

Visite o site

Veja também:
Agrishow 2012
Expozebu 2012

Pedro Brancalion, do laboratório de Silvicultura Tropical da Esalq/ USP, apresentou soluções para a “adequação ambiental de propriedades produtoras de café”

O processo de recuperação está intimamente ligado a diversos assuntos que pleiteiam as questões ambientais, muito discutidas atualmente pela sociedade, órgãos governamentais, não-governamentais e também pelo setor privado. Temas como gestão da biodiversidade, política e legislação ambiental, seqüestro de carbono, políticas públicas, serviços ambientais, usos múltiplos da água, manejo de bacias hidrográficas, aquecimento global, terceiro setor, entre outros, nos quais fomentam relação direta ou indireta no processo de adequação ambiental de propriedades rurais. Este tema tão atual também fez parte da Fenicafé 2012. Entre os palestrantes, Pedro Brancalion, do laboratório de Silvicultura Tropical da Esalq/ USP, apresentou soluções para a “adequação ambiental de propriedades produtoras de café”.

Segundo Brancalion, esse contato entre agencias de pesquisas, universidades e produtor rural são fundamentais para o acumulo de conhecimento. “Esses debates servem para que o produtor tenha uma vantagem competitiva, para que ele melhore ao longo do tempo as formas de produzir e as formas de conservar. Eventos como a Fenicafé são essenciais para que agente dinamize, melhore o dia a dia e a produção rural”, afirma.

Reserva legal
Outro assunto muito discutido durante a Feira de Irrigação foi a Reserva Legal e as Áreas de Preservação Permanente (APP), incluindo a recuperação da mata ciliar. O pesquisador disse que tudo é uma questão de planejamento cuidadoso da propriedade. “Na maioria dos casos, quando é feito um planejamento adequado as perdas são mínimas e as vantagens associadas a essa adequação ambiental, compensam essas perdas. No caso especificamente do café, existe um ágil proporcionado pela certificação, melhoria no controle de pragas, valorização estética da propriedade, inclusive a exploração de produtos florestais da reserva legal”, explica.

Já com relação aos custos, Brancalion afirma que a recuperação da mata ciliar depende da gravidade da degradação da mata que será recuperada. “Em áreas de cerrado que tem um bom potencial de regeneração, os custos são praticamente nulos porque não requer a plantação de mudas, basta que essa área seja abandonada para que ela volte a sua vegetação nativa. Em situações, em que a área está sendo utilizada há mais tempo pela agricultura e passaram por um processo mais intensivo, ai sim é necessário valer-se de uma intervenção maior”.

O pesquisador disse em entrevista durante a feira, que o plantio de mudas em área total pode ter um custo de R$ 5 mil por hectare se o serviço for realizado pelo próprio produtor e pode chegar a R$ 10 mil por hectare se for contratada uma empresa especializada.

Ainda durante a entrevista, Brancalion disse que é possível ganhar dinheiro com a reserva legal. Segundo ele, esta é uma questão que tem levantado interesse e a curiosidade de muito produtor. “A reserva legal foi concebida na legislação e imagino que no novo Código Florestal isto esteja mais claro, como uma forma mista de aliar: produção, florestal e conservação da biodiversidade e dos recursos naturais. O primeiro ponto é identificar as espécies nativas com potencial de exploração econômica de uma região. Segundo é preciso que se planeje um modelo de implantação dessas espécies que alie estes dois serviços: conservação e produção. O que é preciso que haja um avanço no conhecimento sobre o potencial sub-cultural destas espécies que ainda é limitado hoje ”, adianta.

Lílian Rodrigues - VGA

Leia também:

ACA comemora sucesso da Fenicafé 2012

Empresas de vários segmentos expõem seus produtos na Fenicafé

Segundo pesquisador, é possível ganhar dinheiro com a reserva legal

Código florestal: votação fica para abril

Planejamento é fundamental na hora do plantio de uma lavoura

Conab prevê produção abaixo das 50 milhões de sacas

Presidente da ACA faz discurso de desabafo durante a abertura da Fenicafé

Produção crê em preços sustentados

Sem água estamos fora do jogo

Festival de pratos à base de café é sucesso em Araguari

Começa o XIV Simpósio Brasileiro de Pesquisa em Cafeicultura Irrigada em Araguari

Beija Flor levará o café para Sapucaí

No Brasil ninguém olha para o setor agrícola com satisfação

FENICAFÉ discute desafios para o setor em 2012

Fenicafé apresenta as melhores ideias em tecnologia de irrigação

Fenicafé começa hoje, em Araguari, no Triângulo Mineiro

Eventos ligados à agricultura movimentam municípios no Alto Paranaíba e Triângulo Mineiro

Alysson Paulinelli fala sobre “o agronegócio como fator de competitividade e segurança alimentar”

Rede hoteleira de Araguari comemora sucesso da Fenicafé

Contagem regressiva: faltam poucos dias para a Fenicafé 2012

Uniube integra organização da Fenicafé

Aprenda a evitar desperdícios na cozinha

Contagem regressiva para a Fenicafé

Site traz informações preciosas sobre a Fenicafé e Araguari

Fenicafé 2012 traz programação diversificada

Encerradas as inscrições para o Simpósio Brasileiro de Pesquisa em Irrigação

Fenicafé 2012 acontece entre os dias 28 e 30 de março

Mais informações acesse: www.fenicafe.com.br
ACA - Associação dos Cafeicultores de Araguari
Rua Jaime Gomes, 418 - Centro - Araguari-MG
Telefone: (34) 3242-8888

Veja também: Fenicafé 2011

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest