Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA
Instituto Eu Quero Viver
sexta-feira, 22 março, 2013 21:59

Hortência fecha o ciclo de palestras na Fenicafé

Henrique Vieira
Quando você faz o que ama, você faz com carinho

Assista ao Vivo

+ Fenicafé

Álbum no Flickr

Programação Fenicafé 2013

Visite o site

Veja também:
Agrishow 2012
Expozebu 2012

“Não existe sorte, o que existe é muito trabalho”. A afirmação é da ex-jogadora de basquete Hortência Marcari durante a palestra motivacional “Lições de uma vida. Estratégias, valores e atitudes de uma campeã”, no encerramento da Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura, a Fenicafé.

Durante sua palestra, Hortência esbanjou bom humor e contou diversas passagens marcantes de sua carreira. Ela contou um pouco sobre sua história de vida, sua origem humilde, sua infância, da importância de seus filhos, mas principalmente, falou sua trajetória no esporte e no basquete; uma história construída com talento, oportunidades percebidas e aproveitadas e, sobretudo, de muito trabalho.

“Sempre fui muito competitiva, mas tinha amor naquilo que fazia. Quando você faz o que ama, você faz com carinho. Vivia cada jogo como se fosse minha vida. Talvez essa tenha sido a maior chave para meu sucesso”, diz Hortência, que fazia sua preparação sempre pensando em vencer. “Quando a vitória chegava significava que eu tinha me livrado da derrota, mas quando se perde e você percebe que aprendeu alguma coisa, então você não perdeu”.

Ao público, a ex-esportista falou também sobre perseverança, vontade de vencer, espírito de equipe, controle em situações inesperadas, necessidade de arriscar, a importância da emoção em cada passo, procurar sempre enxergar à frente.

"Meu objetivo com essa palestra é mostrar que uma pessoa que começou do nada e sem recursos, lutou muito e conseguiu chegar ao sucesso. Se eu consegui, qualquer um pode conseguir, pois ninguém é diferente. Quero mostrar como eu pensava e como agia para alcançar os números e títulos que conquistei", contou Hortência.

Entre inúmeros troféus e prêmios, a ex-jogadora de 53 anos tem no currículo a medalha de prata olímpica em 1996 e o título mundial de 1994. "Só chegarão ao sucesso quem quiser ser a melhor, independente se vão conseguir ou não. Ninguém alcança o topo sem sacrifício. Aqui todos podem chegar onde quer, é só querer", disse Hortência.

Para jogadora, “quando existe uma oportunidade, por menor que seja, tudo é possível”.
Após a palestra, a jogadora autografou bolas e camisas de basquete que foram doadas a instituições de caridade de Araguari.

via Lílian Rodrigues

Veja mais Fenicafé 2013

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest