CaldoQuantico Holopraxis CQL CreSentes DNAtos PARCEIROS EXPEDIENTE ANUNCIE PRIVACIDADE E USOS
 
Capa Geral Caderno 1 Caderno 2 Caderno 3 Caderno 4 Blogs Links Úteis Meteorologia
Instituto Eu Quero Viver

quarta-feira, 15 julho, 2009 17:00

Robô que simula sonda espacial é atração no estande da AEB

Leia mais em:

61ª Reunião Anual da SBPC 

 

Quem passa pelo estande do programa AEB Escola, da Agência Espacial Brasileira (AEB/MCT), na SBPC Jovem – evento que está ocorrendo paralelamente à 61ª Reunião Anual da SBPC, em Manaus -, se encanta com um pequeno robô, o Jaci. O projeto foi desenvolvido há três anos por Izaias Cabral, professor e matemático da rede pública de ensino do Distrito Federal.

Jaci significa lua em tupi-guarani e é, também, uma sigla para Jornada Aprimorada de Controle Inteligente. O robô, movido por controle remoto, celular ou computador, faz movimentos laterais, vai para frente, para trás e possui uma microcâmera na parte superior capaz de transmitir mensagens de áudio e imagens. “Com o Jaci, os alunos podem ter a noção de como é difícil controlar uma sonda espacial que viaja milhares de quilômetros para explorar superfície de outros planetas”, explica o professor.

Depois de três anos aperfeiçoando o Jaci, Cabral considera gratificante ver que tantas pessoas se interessam pelo robô. A pergunta mais freqüente feita pelo público da SBPC é: o Jaci pode viajar para o espaço? “Explico a todos que o Jaci não é feito de material capaz de suportar as mudanças de temperatura que acontecem fora da Terra. Mas podemos reproduzir no nosso planeta, principalmente nas escolas, o trabalho das sondas interplanetárias”, esclarece o professor. Além de popularizar a robótica, Cabral pretende estimular o desenvolvimento de uma sonda nacional com o Jaci.

Mepro – Com o intuito de estimular o estudo da robótica e popularizar a ciência, o professor desenvolveu, ainda, um projeto chamado “Meu Primeiro Robô” (Mepro). Como o Jaci é um robô caro e sofisticado, Cabral decidiu criar um que fosse acessível a todos. Com isso em mente, desenvolveu um kit que permite que cada criança possa montar seu próprio robô. O kit pode ser adquirido por escolas de todo País por R$ 200,00.

O projeto já foi implementado em duas escolas particulares do DF e na escola pública onde Cabral leciona.“O robô é fácil de ser montado e torna o ensino mais interessante”, completa. Tanto no projeto do Jaci quanto no Mepro, o professor tem como parceira a professora Viviane Calasans.

O sonho de Cabral é ver seu projeto implantado em todas as escolas do Distrito Federal e do Brasil. O projeto, além de inovador, tem baixo custo. Para que o Mepro alcance mais pessoas, o professor precisa de apoio financeiro.

Comunicação | Ministério da Ciência e Tecnologia


Material jornalístico passível de direitos autorais.
Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes.
Antes de reproduzir por qualquer meio, consulte sobre autorização
Leia também nossos Termos de Uso e Serviço
Preços, prazos e links podem sofrer alteração e correpondem ao dia em que o material foi publicado

FarolCom no Pinterest
Ciência, Pesquisa e Tecnologia
Brasil no Google Maps
Meteorologia