Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Instituto Eu Quero Viver
quinta-feira, 7 fevereiro, 2013 9:27

Anastasia conclama população a ajudar no combate à dengue

Gil Leonardi

“É fundamental que as pessoas façam a limpeza dentro das suas casas, aonde o poder público normalmente não está presente. É muito importante que cada família se mobilize para nós combatermos de modo efetivo a dengue para que ela não prospere entre nós. Precisamos do apoio e do trabalho de todos integrados para conseguirmos combater com êxito e com sucesso a dengue”. - Antonio Anastasia

Governador, recentemente nós conversamos aqui sobre a campanha que o Governo de Minas lançou para o combate à dengue. Entramos no período de chuvas, às vezes chuvas muito fortes, e cada vez mais é preciso que toda a população fique vigilante, não é verdade?

Antonio Anastasia: É verdade. A dengue é um problema grave e nós estamos tendo neste início de ano de 2013 uma situação que é de muita atenção. Na realidade, com o apoio de toda a população mineira, da sociedade, as comunidades, nós conseguimos, entre 2010 e 2012, uma grande redução no número dos casos de dengue. Nós saímos, em 2010, de cerca de 270 mil casos para menos de 50 mil no ano passado. Mas neste início de ano, a dengue voltou com força e nos preocupa. Na realidade, já tivemos um número muito grande de casos em janeiro devido à presença de um novo tipo do vírus, o tipo 4. Em razão também da mudança das administrações municipais, nós tivemos problemas de coleta de lixo urbano em muitas cidades, e também da razão climática, do calor excepcional que tivemos no mês de dezembro. Por isso, estamos lançando novamente esse apelo, esse pedido de um verdadeiro mutirão, uma cruzada cívica de combate ao mosquito da dengue para cada família, para cada bairro, para cada comunidade, que ajudem a sua cidade a combater a dengue de maneira mais efetiva.

Interessante o senhor falar sobre essa questão da participação das famílias, governador, porque a maioria dos focos do mosquito da dengue está justamente dentro das casas das pessoas, não é isso?

Antonio Anastasia: Por isso mesmo a dengue só se combate quando há a adesão solidária das pessoas. Nós percebemos que todos já sabem como a dengue é transmitida pelo mosquito e aonde esse mosquito tem os seus viveiros, digamos assim: dentro dos recipientes de água, locais onde a água fica empossada, locais mais sujos, onde a água da chuva pode se empossar. Então, é fundamental que as pessoas façam essa limpeza dentro das suas casas, aonde o poder público normalmente não está presente. Por isso, é muito importante que cada pessoa se conscientize, que cada família se mobilize para nós combatermos de modo efetivo a dengue e ela, que está querendo retornar agora neste início de 2013, não prospere entre nós e possamos continuar diminuindo, ano a ano, os números dos doentes de dengue.

Nesta parceria que o senhor sempre prega entre o Governo e a sociedade civil, o que o Governo de Minas tem feito para amenizar esse quadro da doença neste início de ano, governador?

Antonio Anastasia: Nós estamos alocando recursos financeiros extraordinários já de cerca de R$ 25 milhões pela Secretaria de Saúde. Estamos possibilitando, em parceria com as Prefeituras Municipais, nos municípios mais atingidos, que são cerca de 50, unidades de hidratação para o tratamento das pessoas que estão doentes. Estamos usando também agora uma nova fórmula de diagnóstico da doença, mais rápido. Fundamentalmente, aumentamos o número de integrantes da Força Tarefa de Saúde, que o Estado ajuda, de combate à dengue para os municípios. E estamos fazendo novamente campanhas maciças de comunicação, de esclarecimento, para que as pessoas possam, cada um, ser um combatente na luta contra a dengue.

E se a pessoa vir um foco que não está na casa dela, governador?

Antonio Anastasia: Ela pode denunciar. Pode usar, inclusive, o telefone 155, que é o telefone do Disque Saúde, para comunicar isso e nós vamos levar isso à Prefeitura Municipal. Precisamos do apoio e do trabalho de todos integrados para conseguirmos combater com êxito e com sucesso a dengue.

Fonte: Superintendência de Imprensa do Governo de Minas Gerais

Índice

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest