Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Instituto Eu Quero Viver
quinta-feira, 14 fevereiro, 2013 23:06

Avanços e boas perspectivas na Educação

Gil Leonardi

“Neste ano de 2013, vamos continuar trabalhando muito na educação, porque sabemos que a educação é o fundamento para o desenvolvimento futuro do nosso Estado e do Brasil” - Antonio Anastasia

Governador, a volta às aulas é um bom momento para relembramos os bons resultados colhidos pela rede estadual de ensino, que é hoje considerada, a de Minas Gerais, uma das melhores do país. Que balanço o senhor faz dessa área?

Antonio Anastasia: Na realidade, a rede pública estadual da educação em Minas Gerais é um grande orgulho para todos os mineiros. Nós mineiros nos orgulhamos das nossas escolas, dos nossos professores, dos servidores, dos alunos, dos pais dos alunos e de todos que se comunicam e trabalham no âmbito da comunidade escolar. Eu gostaria, portanto, de me felicitar com todos eles pelos resultados positivos que tivemos no ano passado, 2012, e na certeza que teremos também em 2013 um ano muito bom. É bom lembrar que em 2012 nós tivemos a divulgação do índice do Governo Federal da qualidade do ensino, o chamado Ideb. E nesse Ideb, para a nossa alegria, para todos os mineiros, Minas Gerais ficou em primeiro lugar nos primeiros anos do ensino fundamental e em segundo lugar nos ano derradeiros. Isso é muito positivo, ainda mais em um Estado do tamanho de Minas Gerais e com as grandes diferenças regionais que nós temos. Foi tão positivo que nós estamos colocando as placas com as notas do Ideb na frente das escolas, exatamente para estimular uma melhoria ainda maior no caso. E, é claro, outras boas notícias. Conseguimos pelo sexto ano consecutivo as melhores posições na Olimpíada Nacional de Matemática, continuamos investindo muito no Programa de Educação Profissional, conseguimos investir também nos contraciclos de estudos para permitir aos alunos do Ensino Médio atividades extraclasse. Portanto, há um grande dinamismo e muita vivacidade no âmbito do nosso sistema estadual de ensino.

A educação terá mais vez atenção especial do Governo em 2013? O que os alunos, os professores e os pais podem esperar do Governo de Minas este ano?

Antonio Anastasia: Vamos continuar trabalhando muito na educação, porque sabemos que a educação é o fundamento para o desenvolvimento futuro do nosso Estado e do Brasil. Gostaria de dizer que, a par de grandes investimentos na área de reforma física e melhoria das nossas escolas, construção de novas salas, construção de quadras esportivas, construção de laboratórios de pesquisa e de ciência nas escolas, bibliotecas, nós temos um programa que eu poderia dizer que é um programa fundamental, o chamado Programa de Intervenção Pedagógica. Esse programa, que acompanha cada escola, foi o responsável, basicamente, graças ao trabalho dos professores, em termos o primeiro lugar do Ideb nos primeiros anos do Ensino Fundamental. Vamos agora investir muito nos últimos anos do Ensino Fundamental e, mais do que isso, estamos fazendo também esse programa em parceria com os municípios, especialmente aquelas redes públicas municipais que têm ainda uma nota menor no Ideb. Portanto, esse trabalho harmônico, integrado, Estado e município com as escolas, vai permitir certamente uma melhoria ainda maior da qualidade do nosso ensino neste ano de 2013.

Outra novidade, governador, a partir deste ano, é que educadores da rede estadual de ensino, com jornada padrão de 24 horas semanais de trabalho, poderão dedicar 8 horas para ações fora da sala de aula. Por que isso é importante, governador?

Antonio Anastasia: Na realidade, nós temos em Minas, por Lei, uma jornada para os professores de 24 horas semanais. Cada Estado adota uma jornada. Alguns estados, 40 horas, outros 30 horas. Minas Gerais adota 24 horas. E, agora, nós temos, pela Lei Estadual, que um terço dessa jornada, ou seja, 8 horas, são dedicadas à preparação, com atividades extraclasse para permitir o aprimoramento ainda melhor do professor. Portanto, nós estamos dando um passo a favor cada vez mais da qualificação dos nossos professores, de respeito aos professores e, certamente, sabendo que todo esse esforço vai resultar na melhoria da educação pública de Minas Gerais.

Fonte: Superintendência de Imprensa do Governo de Minas Gerais

Índice

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest