Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Instituto Eu Quero Viver
quinta-feira, 21 março, 2013 12:02

Educação a distância gratuita com a Uaitec

Gil Leonardi

“O ensino a distância hoje, no Brasil, tornou-se uma necessidade, especialmente com o objetivo de graduarmos com um tempo mais rápido um grande número de pessoas, além da grande demanda que temos de pessoas que buscam o ensino superior” - Antonio Anastasia

Governo de Minas investe em educação a distância gratuita e já oferece cursos de idiomas

A educação a distância vem ganhando, nos últimos anos, grande destaque no Brasil e no mundo. E agora, o Governo de Minas lança um projeto importante: a Universidade Aberta e Integrada de Minas Gerais, a Uaitec, para ampliar as possibilidades de qualificação profissional de cidadãos mineiros, por meio do ensino a distância. Governador, como essa universidade vai funcionar?

Antonio Anastasia: Essa é uma iniciativa muito benemérita da nossa Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia e Ensino Superior, em parceria com o Governo Federal, por meio do Ministério da Ciência e Tecnologia. Na realidade, nós estamos utilizando a rede física dos nossos CVTs, Centros Vocacionais Tecnológicos, já existentes. Vamos acrescer algumas outras salas de aulas a distância, aulas virtuais e então teremos 120 polos dessa universidade. O ensino a distância hoje, no Brasil, tornou-se uma necessidade, especialmente com o objetivo de graduarmos com um tempo mais rápido um grande número de pessoas, além da grande demanda que temos de pessoas que buscam o ensino superior. Então, nós vamos utilizar a estrutura dos CVTs já existentes. Alocamos cerca de R$ 60 milhões para essa preparação e vamos ter aí, certamente, uma universidade verdadeira, moderna, utilizando os instrumentos tecnológicos mais recentes, disponíveis para a preparação dos nossos jovens. Ela é gratuita, terá aulas em vários períodos durante o dia e, fundamentalmente, tem como objetivo dar uma alternativa àqueles que têm uma dificuldade e estão distantes das universidades ditas tradicionais. No evento de lançamento, tivemos muito orgulho de receber o ministro Marco Antônio Raupp, (do Ministério) da Ciência e Tecnologia que, publicamente, manifestava estar diante do projeto mais ambicioso de universidades abertas de nosso país.

Entre essas aulas que o senhor citou estão os cursos de idiomas gratuitos. Qual a importância destes cursos para os estudantes mineiros?

Antonio Anastasia: Esses cursos são fundamentais. Nós estamos percebendo que há um grande sucesso do programa federal chamado Ciências sem Fronteiras, no qual os alunos de graduação e pós-graduação vão ao exterior com bolsas para ter o seu preparo intelectual aperfeiçoado - e até mesmo nas suas questões de aperfeiçoamento profissional. Então, nós percebemos a necessidade de ajudar nesse programa com o curso de idiomas, especialmente o idioma inglês e também outras línguas. A Universidade Aberta (e Integrada de Minas Gerais) já vai iniciar dando esses cursos gratuitos para alunos de ensino médio e superior das nossas universidades que queiram se matricular no Ciência Sem Fronteiras. Porque, nesse programa, o conhecimento pleno da língua é um pré-requisito. Então, certamente, nós vamos auxiliar os jovens mineiros a se preparar melhor para competir pelas vagas do programa Ciência Sem Fronteiras e, é claro, eles voltarão, no futuro, mais preparados para ter empregos melhores e participar do desenvolvimento de Minas Gerais. Tudo isso, repito e agradeço, em parceria com as nossas universidades estaduais e federais sediadas no Estado.

Outra iniciativa inovadora da Uaitec são os laboratórios virtuais. É uma novidade, não é governador? Como vão funcionar esses laboratórios?

Antonio Anastasia: O objetivo é utilizar a nova ciência, os instrumentos tecnológicos, para termos aulas virtuais também na área da química, biologia, física, através desses laboratórios. Ou seja: o ensino a distância servindo também para que o aluno possa praticar, possa ter um contato bastante real com experiências de natureza científica e tecnológica. Nós acreditamos que essa metodologia vai se estender também à rede pública de ensino e é um passo muito importante para termos entre nós uma educação cada vez de melhor qualidade.

Fonte: Superintendência de Imprensa do Governo de Minas Gerais

Índice

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest