Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Instituto Eu Quero Viver
quinta-feira, 28 março, 2013 12:28

Água da Gente prevê investimentos em 620 municípios de Minas

Gil Leonardi

“Cada real despendido no saneamento representa uma economia de quatro reais na área da saúde, porque significa que nós, melhorando a qualidade da água, evitamos muitas doenças. Por isso, esse investimento é muito bem vindo e será fundamental para o desenvolvimento de Minas Gerais”. - Antonio Anastasia

Programa Água da Gente, da Copasa, prevê investimentos de R$ 4,5 bilhões em 620 municípios mineiros

O Governo de Minas acaba de anunciar um grande programa de saneamento, o Água da Gente, com investimentos recordes. Qual a importância desses investimentos, governador?

Anastasia: Esse é um programa muito bonito, muito bem sucedido que o Governo de Minas lançou recentemente para toda Minas Gerais. São R$ 4,5 bilhões de investimentos para os próximos quatro anos destinados aos mais de 620 municípios mineiros atendidos pela Copasa. Nem todos os municípios mineiros são atendidos pela Copasa, mas os 620 que são atendidos estão recebendo, todos eles, recursos importantes para a melhoria dos seus sistemas de abastecimento de água e de coleta e tratamento de esgoto. São, de fato, ações relevantes, que vão se dar especialmente na melhoria da qualidade da água e também no tratamento de esgoto. É bom lembrar que, em termos de tratamento de esgoto, nós não tínhamos recentemente em Minas Gerais um número muito grande de estações, as chamadas ETEs, Estações de Tratamento de Esgoto. Eram apenas 34 em 2003. Nós fizemos, nos últimos anos, mais 95 (estações) e estamos construindo outras 85. Então teremos mais de 200 ETEs ao final do próximo ano. Isso é muito positivo, porque significa melhor qualidade para os nossos rios e, é claro, das águas que são colhidas para a indústria e o consumo humano.

Como é que os cidadãos dos municípios vão perceber esses investimentos da Copasa e os benefícios do programa Água da Gente?

Anastasia: Muitas dessas obras são obras subterrâneas. Trata-se da construção de aquedutos, de galerias pluviais, de galerias destinadas à coleta de esgoto, o chamado ‘caça esgoto’. Então são obras que ficam por baixo da terra. Mas as pessoas vão perceber, não só por essa grande movimentação – que, aliás, vai gerar empregos em muitos municípios mineiros - mas também pelo fato de que elas vão ver a melhoria dos equipamentos da Copasa, os novos veículos e equipamentos, a qualidade da água, os rios mais limpos. Isso é um trabalho muito importante que os governos realizam. Minas Gerais dá muito valor às suas águas, por isso esse nome, inclusive sugestivo, Água da Gente, porque a água é nossa, é de Minas.

E quando a gente fala de tratamento da água, de saneamento, é importante ressaltar o reflexo direto na saúde dos cidadãos. É isso mesmo, governador?

Anastasia: Não há dúvidas. Estudos internacionais, inclusive, comprovam que cada real despendido no saneamento representa uma economia de quatro reais na área da saúde, porque significa que nós, melhorando a qualidade da água, evitando esgotos, evitando o contato especialmente das crianças com aquelas águas sujas, córregos poluídos, evitamos muitas doenças como leptospirose, cólera e outras que são transmitidas em razão desses vetores. Então é fundamental esse grande investimento que devemos ter na área do saneamento, especialmente na correção desses cursos de água que são muito poluídos. Por isso, esse investimento da Copasa de R$ 4,5 bilhões é muito bem vindo e será fundamental para o desenvolvimento de Minas Gerais.

Que boa notícia, governador. Muito obrigado!

Anastasia: Eu é que agradeço.

Fonte: Superintendência de Imprensa do Governo de Minas Gerais

Índice

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest