Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Instituto Eu Quero Viver
quinta-feira, 27 junho, 2013 10:09

A juventude é um dos grandes patrimônios de Minas

Gil Leonardi

“Os jovens têm sido objeto de nossa atenção já há muito tempo. Eu poderia citar entre as nossas ações o Poupança Jovem, um programa muito ousado, que já atende 20 mil alunos do ensino médio da rede pública estadual e, por meio do qual, o jovem recebe uma poupança em decorrência do seu bom desempenho na escola. Poderia citar também o Plug Minas, responsável por uma grande inclusão digital de jovens naquilo que é mais moderno. Já o Fica Vivo! é reconhecido pelas Nações Unidas como um dos programas mais eficazes na prevenção à criminalidade entre jovens”. - Antonio Anastasia

O Congresso Nacional aprovou recentemente um novo estatuto para a juventude. Um grande projeto do Governo de Minas voltado para os jovens é o Centro de Referência para a Juventude. Qual é o objetivo e onde funcionará esse centro, governador?

Antonio Anastasia: Esse centro, na realidade, é uma parceria entre o Governo de Minas e a Prefeitura de Belo Horizonte. Vai funcionar no centro de nossa capital, perto da Praça da Estação, em um imóvel que está sendo restaurado em uma construção de cerca de R$ 16 milhões, sendo R$ 10 milhões do Estado e R$ 6 milhões da prefeitura. Nesse centro de referência vamos ter todas as políticas públicas voltadas para os jovens, esclarecimentos na área da saúde, qualificação profissional, primeiro emprego, ou seja, todo um elenco de ações para que o jovem se sinta incluído, participativo e que perceba, de fato, a necessidade de se aperfeiçoar para ter um futuro ainda mais promissor.

Governador, existe uma série de ações do Governo de Minas voltada para a área da juventude, não é verdade?

Antonio Anastasia: É verdade. Os jovens têm sido objeto de nossa atenção há muito tempo. Eu poderia citar, entre estas ações, por exemplo, o Programa Poupança Jovem, talvez o mais relevante deles. É um programa muito ousado, que já tem mais de 20 mil alunos das nossas escolas da rede pública estadual do ensino médio participando, em diversas cidades de Minas Gerais. Na ação, o aluno recebe uma poupança em decorrência do seu bom desempenho. É um programa reconhecido pelo seu êxito e muito aplaudido por seu desempenho, porque ele afasta a evasão escolar. Por outro lado, eu poderia citar também o Plug Minas, aqui em Belo Horizonte, onde há, de fato, uma grande inclusão, uma inclusão digital naquilo que é mais moderno. Foram investidos lá quase R$ 30 milhões ao longo dos últimos anos. Já temos quase 2 mil jovens que se especializaram dentro do Plug Minas e ele, de fato, é algo muito inovador. As pessoas que visitam o Plug Minas no terreno da antiga Febem, no Horto, ficam impressionadas em ver como a inclusão digital pode ser positiva para a qualificação dos nossos jovens. Cito também o Fica Vivo!, que é um programa que está por toda Minas Gerais, de prevenção da criminalidade, para os jovens não entrarem nos crimes, que lamentavelmente existem tanto entre nós. Nós precisamos que os jovens, nesse caso, através das oficinas, observem o fortalecimento do seu aspecto de cidadania. Isso os afasta da criminalidade. O Fica Vivo! é reconhecido pelas Nações Unidas como um dos programas mais eficazes na prevenção à criminalidade. E posso citar também, aqui na Região Metropolitana de Belo Horizonte, o Point Barreiro, onde temos um investimento expressivo do Estado em parceira com a Prefeitura de Belo Horizonte com ações de qualificação profissional e de esporte e de lazer, também com o objetivo de prevenção à criminalidade e voltado à inclusão social.

Governador, qual é a importância, o objetivo do Estado ao dar uma atenção especial para esse público, a juventude?

Antonio Anastasia: Bem, a juventude é o futuro do Estado. Na verdade, nós sabemos que os jovens hoje estão se preparando nos seus estudos, na sua formação esportiva, na sua formação cultural, para assumir o comando do Estado como profissionais das diversas áreas, trabalhadores, professores. Então é claro que os jovens são um grande patrimônio que nós temos. Minas Gerais é um Estado jovem na composição demográfica da sua população. Ficamos muito orgulhosos disso e, por isso, deve haver uma atenção muito especial, especialmente na educação. Fico muito orgulhoso quando Minas Gerais apresenta ao Brasil os melhores indicadores de educação pública de nosso país. Porque aí, nós temos, de fato, o investimento, que é o mais relevante, na educação pública, onde eles vão se qualificar e ter a possibilidade de, no futuro, ter os melhores empregos.

Que bom saber disso, governador. Muito obrigado, mais uma vez, pela conversa e pela participação do senhor.

Antonio Anastasia: Eu é que agradeço a oportunidade. Muito obrigado!

Fonte: Superintendência de Imprensa do Governo de Minas Gerais

Índice

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest