Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Instituto Eu Quero Viver
terça-feira, 19 fevereiro, 2013 12:01

Horário de verão, Luz Para Todos e investimentos nas cidades

planalto.gov.br

Presidenta Dilma conversa em sua coluna semanal sobre o horário de verão, o programa Luz Para Todos e investimentos nas cidades

David Bomfim, 35 anos, autônomo em Cocos (BA) - Temos um projeto de energia para nossa comunidade de Itaguarizinho (Riachão I e II) que foi enviado para o Luz para Todos e até agora não fomos contemplados. Por que tanta demora?

Presidenta Dilma – David, o Ministério de Minas e Energia prevê que ainda neste ano terá início a instalação da energia que beneficiará 97 famílias da sua comunidade, em Itaguarizinho. O projeto já foi aprovado pelo Comitê Gestor do programa Luz Para Todos da Bahia e aguarda apenas o licenciamento ambiental pelo órgão estadual. Do início do programa até dezembro de 2012 foram realizadas 499 mil ligações na Bahia, com mais de R$ 2,2 bilhões do governo federal. Em todo o Brasil, o Luz Para Todos já tirou da escuridão mais de três milhões de famílias, quase 15 milhões de brasileiros. Ainda temos muitas ligações a fazer, especialmente em áreas isoladas, e por isso prorrogamos o Luz Para Todos até 2014. Temos investido na expansão da oferta de energia – neste ano entrarão em operação 8,5 mil MW de geração nova e 7,5 km de novas linhas de transmissão de eletricidade – para que possamos, ao mesmo tempo, assegurar a energia necessária ao crescimento do Brasil e à melhoria da qualidade de vida de todos, como faremos, ainda este ano, em sua comunidade.


Mário Odir de Lima, 62 anos, jornalista de São Miguel do Oeste (SC)
- Presidenta Dilma, por que esta insistência de horário de verão? Será que a saúde dos brasileiros é menos importante que uns 3% de suposta economia de energia?

Presidenta Dilma – Mário, o Horário de Verão é de grande importância para todo o Brasil, por isso ele é adotado em nosso país há tantas décadas, na estação em que ocorre a maior demanda por energia elétrica. O seu principal benefício é o de deslocar o horário de pico do consumo de eletricidade, que normalmente ocorre entre 18h e 20h, diluindo esse consumo em um período maior, até as 22 horas. Com isso, evitamos carregamentos elevados de energia elétrica nas linhas de transmissão, nas subestações, e nos sistemas de distribuição, o que traz uma operação com maior segurança e confiabilidade nas horas mais críticas. Portanto, a economia de energia é um ganho adicional. O Horário de Verão, além de trazer mais segurança, também reduz a necessidade de geração de eletricidade. Para você ter uma ideia, neste ano, a economia estimada do Horário de Verão nas horas de pico foi de 4,5%, ou cerca de 2.500 MW. Por causa dos seus benefícios, o Horário de Verão é adotado por dezenas de países, inclusive nas principais economias do mundo. As mudanças de horários causam algum desconforto em algumas pessoas, por alguns dias, até que o organismo se adapte. Por isso ele é implantado de forma equilibrada, e sua vigência calculada com cuidado para minimizar os eventuais desconfortos.

Mensagem da Presidenta Dilma sobre o apoio aos projetos para as cidades brasileiras
Este será um ano de boas perspectivas para todas as nossas cidades, que continuarão com o apoio firme do governo federal para a execução de projetos que melhorem a vida dos cidadãos. Serão R$ 66,8 bilhões em recursos novos para os municípios construírem creches, postos de saúde, moradias, redes de água e esgoto e para pavimentação, entre outras iniciativas. R$ 35,5 bilhões irão para obras selecionadas no final de 2012 e R$ 31,3 bilhões para projetos novos. Na habitação, já entregamos 1 milhão de casas e contratamos a construção de mais 1,3 milhão, mas ainda temos mais 1,1 milhão para contratar até 2014. Deste total, 800 mil casas são para famílias com renda de até R$ 1.600 mensais, sendo 135 mil destinadas aos municípios com até 50 mil habitantes. Contamos com a parceria das prefeituras para cadastrar os candidatos a essas moradias. Estes municípios com até 50 mil habitantes já estão recebendo retroescavadeiras do governo federal, e todos serão contemplados até o final deste ano. Além disso, todos estes municípios também receberão uma motoniveladora. Vamos financiar ainda a construção de 3.288 novas creches, de 1.253 unidades Básicas de Saúde e a ampliação de outras 5.629. Também vamos investir R$ 1,2 bilhão para melhorar os equipamentos dessas unidades. Vamos destinar R$ 1 bilhão para projetos do PAC Cidades Históricas, e iniciaremos a seleção ainda neste mês. Os benefícios dessas iniciativas se somarão aos ganhos trazidos por projetos já em curso, com impactos altamente positivos para o dia-a-dia da população.

Fonte: Secretaria de Imprensa da Presidência da República|Departamento de Relacionamento com a Mídia Regional
[foto: Arte sobre fotos de Roberto Stuckert Filho/PR e José Cruz/ABr]

Índice

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest