Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Instituto Eu Quero Viver
terça-feira, 28 maio, 2013 11:15

Estádios da Copa das Confederações

planalto.gov.br

Mensagem da Presidenta Dilma sobre os estádios da Copa das Confederações

Viajei pelo país para inaugurar os seis estádios que vão receber a Copa das Confederações e os jogos da Copa do Mundo do ano que vem. Fiquei impressionada com a beleza e a modernidade desses novos palcos do futebol: o Castelão, em Fortaleza, o Mineirão, em Belo Horizonte, o Maracanã, no Rio de Janeiro, a Arena Fonte Nova, em Salvador, o Mané Garrincha, em Brasília, e a Arena Pernambuco, na Grande Recife. A construção desses seis estádios mostra que o nosso povo tem determinação, capacidade e competência para fazer a melhor Copa de todos os tempos. Os trabalhadores que construíram esses estádios, os empresários contratados para fazer essas obras e todos os governos envolvidos provaram que o Brasil é capaz de aceitar desafios e cumprir pontualmente os compromissos que assume. Todos os seis estádios, belíssimos, são muito bem equipados e estão entre os melhores e os mais modernos do mundo. Na construção deles foram usadas tecnologias avançadas, muitas delas pela primeira vez no Brasil, o que mostra a capacidade da nossa indústria da construção civil. E há outra coisa importante: além das partidas de futebol, estão preparados para receber shows e grandes eventos. Todos foram construídos para funcionarem como arenas multiuso, e terão lojas, restaurantes, espaços culturais, como museus e anfiteatros. Vão ser novos espaços de lazer para a população.

Urbanização - O Castelão, em Fortaleza, que foi o primeiro a ficar pronto, é a maior arena do Nordeste, com mais de 63 mil lugares, e funciona como arena multiuso. O estádio já recebeu show de um grande artista internacional, e abriga um moderno museu sobre a história do futebol do Ceará, além de um auditório que oferece sessões gratuitas de filmes nacionais para a comunidade do bairro em que o estádio se localiza. O Nordeste ganhou outros dois novos estádios: a Arena Pernambuco e a Arena Fonte Nova, em Salvador. A Arena Pernambuco é um estádio novíssimo, que trará benefícios para toda a região em torno do estádio e também para a população da Grande Recife. Pois junto com a Arena está nascendo, em São Lourenço da Mata, uma das cidades mais pobres da Grande Recife, a Cidade da Copa, um novo bairro com conjunto habitacional, centro comercial, hotéis, museu, cinemas, teatro, centro de convenções e parques. Quanto à Arena Fonte Nova, sua reconstrução manteve o estádio no formato de uma ferradura, que se abre para o Dique do Tororó.

Sustentabilidade - Desde o projeto original, todos esses novos estádios adotaram medidas para garantir a sua sustentabilidade. O Castelão, por exemplo, vai reaproveitar a água da chuva na irrigação do campo e nos banheiros. A Arena Pernambuco instalou placas solares para o aquecimento da água e montou um sistema de ventilação e iluminação natural. Já a Arena Fonte Nova reaproveitou parte do material do antigo estádio na sua reconstrução. Em Brasília, a cobertura do Mané Garrincha vai ter placas solares, para gerar energia e iluminar o campo e todas as suas instalações, o que vai torná-lo autossuficiente. Isso ajudará a diminuir o custo da manutenção do estádio.

Emprego - Os seis estádios que vão receber os jogos da Copa das Confederações são a expressão da imensa capacidade dos trabalhadores e das trabalhadoras do nosso país. A construção e a reforma desses estádios geraram 24.500 empregos diretos e muitos outros indiretos, e vão estimular muito o setor de serviços. Pensando nisso, nós criamos o Pronatec Copa, com cursos específicos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego para quem vai trabalhar nos setores de serviços ligados à Copa do Mundo. Até agora, 86 mil alunos se matricularam nos cursos em diversas áreas do setor de turismo, e em cursos de inglês, de espanhol e da linguagem brasileira de sinais, Libras. Com tudo isso, tenho certeza que o Brasil vai brilhar dentro e fora do campo. Com os nossos estádios, mostramos a nossa competência para realizar projetos grandiosos, modernos e com tecnologia avançada. Vamos mostrar a todos os que vierem acompanhar os jogos da Copa das Confederações, turistas internacionais e nacionais, jogadores e equipes técnicas, que nós sabemos receber, que somos um país alegre e pacífico. Tenho certeza de que todos que vierem nos visitar vão se apaixonar e vão querer voltar para a Copa do ano que vem.

Fonte: Secretaria de Imprensa da Presidência da República|Departamento de Relacionamento com a Mídia Regional
[foto: Arte sobre fotos de Roberto Stuckert Filho/PR e José Cruz/ABr]

Índice

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest