CaldoQuantico   Holopraxis   CQL   CreSentes   DNAtos   PARCEIROS   EXPEDIENTE   ANUNCIE   PRIVACIDADE E USOS  
Capa Geral Caderno 1 Caderno 2 Caderno 3 Caderno 4 Blogs Links Úteis Meteorologia
Instituto Eu Quero Viver
16/10/2008

Ibama derruba fornos clandestinos de fabrico de carvão em assentamento do Incra

   

Como parte das ações de combate aos crimes ambientais, deflagradas pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) realizaram hoje (16), no município Novo Repartimento, na região central do estado do Pará, uma operação para a derrubada de 280 fornos de fabricação de carvão clandestino.

Só em um assentamento do Incra, denominado Rio Gelado, foram derrubados 19 fornos e fechadas três serrarias clandestinas.

O assentamento do Incra em Novo Repartimento é o maior do País, com 260 mil hectares, sendo composto por cinco mil lotes de 50 hectares.

A equipe do Ibama constatou na região uma série de outros ilícitos ambientais, como a existência de oito serrarias, muitas delas utilizando madeira de castanheiras, o que é proibido por lei. A orientação do ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, é que sejam cada vez mais intensificadas as operações contra crimes ambientais, tanto em áreas privadas quanto em áreas públicas.

Como exemplo do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo MMA, o ministro citou a derrubada, em agosto último, em Pernambuco, de 800 fornos que vinham sendo utilizados na fabricação clandestina de carvão, a partir de mata nativa da Caatinga

O ministro Carlos Minc assinalou que vem mantendo entendimentos com o Ministério do Desenvolvimento Agrário e com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para a definição de um novo modelo de reforma agrária sustentável.

No novo modelo, a demarcação da Reserva Legal será feita previamente e garantida a formação de corredores ecológicos como forma de conservar ecossistemas florestais prioritários e a diversidade biológica. A nova abordagem também vai garantir que os assentados recebam formação técnica que lhes permitam usufruir de resinas, óleos e fibras florestais, sem destruir o meio ambiente.

Suelene Gusmão

via Gerusa Barbosa | Comunicação | Ministério do Meio Ambiente

Veja o que já publicamos sobre Meio Ambiente


Material jornalístico passível de direitos autorais.
Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes.
Antes de reproduzir por qualquer meio, consulte sobre autorização
Leia também nossos Termos de Uso e Serviço
Preços, prazos e links podem sofrer alteração e correpondem ao dia em que o material foi publicado

Últimas no FarolCom

   
FarolCom no Pinterest
Brasil no Google Maps
Meio Ambiente
Meteorologia