CaldoQuantico   Holopraxis   CQL   CreSentes   DNAtos   PARCEIROS   EXPEDIENTE   ANUNCIE   PRIVACIDADE E USOS  
Capa Geral Caderno 1 Caderno 2 Caderno 3 Caderno 4 Blogs Links Úteis Meteorologia
Instituto Eu Quero Viver
15/12/2008

Destinação final de embalagens vazias de agrotóxicos deixa de emitir 98 mil t de CO2

   

Estudo encomendado pelo inpEV – instituto que representa a indústria fabricante – comprovou os benefícios ao meio ambiente do sistema de destinação final de embalagens vazias de fitossanitários. Sistema de destinação final de embalagens vazias de agrotóxicos deixa de emitir 98 mil t de CO2 em cinco anos

O processo de recebimento e envio à reciclagem dessas embalagens representa um ganho ambiental que pode ser traduzido em 491 mil árvores plantadas (294,6 por hectare), 224 mil barris de petróleo economizados ou ainda a redução de 167 mil viagens de carro entre Rio e São Paulo.

A redução nas emissões de gás carbônico também se deve ao modelo logístico adotado pelo sistema, no qual o caminhão que antes levava os produtos até os distribuidores e cooperativas agrícolas e voltava vazio para a indústria, agora retorna carregado com as embalagens vazias para serem destinadas. Mais de 680 dos fretes de centrais ao destino final são realizados nesse formato de logística reversa.

“Antigamente, o agricultor reutilizava, enterrava ou mesmo queimava as embalagens vazias dos produtos fitossanitários. Esse estudo colocou na balança o impacto ambiental causado por esse comportamento inadequado versus o total de energia e gás carbônico dispensados no processo logístico e de reciclagem dessas embalagens vazias realizado hoje”, explica o diretor-presidente do inpEV, João Cesar Rando.

Iniciado no segundo semestre de 2007, o estudo foi recém concluído e considera os dados de 2002 – início das operações do inpEV – a 2006. Nos próximos meses, também deve ser concluída a etapa de análise da socioeficiência do sistema, que medirá os impactos sociais do sistema de destinação final.

Benefícios do sistema de destinação final de embalagens vazias de agrotóxicos

Menos 98 mil toneladas de CO2 emitidas na atmosfera, o que equivale a:

491 mil árvores plantadas;
224 mil barris de petróleo a menos;
167 mil viagens de carro entre Rio de Janeiro e São Paulo;
1362 voltas na terra com caminhões de 20 toneladas de capacidade.
Fonte: Análise de Ecoeficiência – inpEV/Fundação Espaço ECO

Análise

O estudo foi realizado pela Fundação Espaço ECO, organização que desenvolve atividades direcionadas às áreas de educação ambiental, ecoeficiência e reflorestamento. Para medir a sustentabilidade do programa de destinação final de embalagens vazias de defensivos agrícolas, foi utilizada ferramenta que compara os processos realizados com e sem o sistema de destinação final, considerando cenários futuros e atribuindo o mesmo peso aos aspectos ambientais e econômicos no processo comparativo.

Desenvolvida pela BASF, a análise de Ecoeficência direciona e mensura a sustentabilidade, por meio da comparação de produtos e processos, com base na análise de ciclo de vida de produto (NBR ISO 14040).

Sobre o inpEV

O inpEV – Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias – é uma entidade sem fins lucrativos que representa a indústria fabricante de defensivos agrícolas em sua responsabilidade de destinar as embalagens vazias de seus produtos de acordo com a Lei Federal nº 9.974/2000 e o Decreto Federal nº 4.074/2002.

A lei atribui a cada elo da cadeia produtiva agrícola (agricultores, fabricantes, canais de distribuição e poder público) responsabilidades que possibilitam o funcionamento do Sistema de Destinação de Embalagens Vazias.

O instituto foi fundado em 14 de dezembro de 2001 e entrou em funcionamento em março de 2002. Atualmente, possui 76 empresas e sete entidades de classe do setor agrícola como associadas.

Mais informações sobre o inpEV e o Sistema de Destinação Final de Embalagens Vazias estão disponíveis no site www.inpev.org.br.

LVBA Comunicação

Veja o que já publicamos sobre Meio Ambiente


Material jornalístico passível de direitos autorais.
Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes.
Antes de reproduzir por qualquer meio, consulte sobre autorização
Leia também nossos Termos de Uso e Serviço
Preços, prazos e links podem sofrer alteração e correpondem ao dia em que o material foi publicado

Últimas no FarolCom

   
FarolCom no Pinterest
Brasil no Google Maps
Meio Ambiente
Meteorologia