Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Ambiente | Energia | Lixo | Água | Mariana

Ecopontos, Feiras-Livres e outros serviços em Uberlândia

quarta-feira, 22 abril, 2015 - 21h56

Sistema São Lourenço ajudará na recuperação do Cantareira

   

Prevista para ser concluída em 2017, obra vai captar 4,7 mil litros por segundo de água na cachoeira do França, em Ibiúna

Previsto para ser entregue em outubro de 2017, o sistema produtor de água São Lourenço é considerado a maior obra hidrográfica do país e garantirá reforço na captação de água tratada para a região metropolitana de São Paulo.

Além disso, também ajudará na recuperação do Sistema Cantareira.

O novo sistema vai captar 4,7 mil l/s (litros por segundo) na cachoeira do França, em Ibiúna, volume suficiente para atender 1,5 milhão de moradores dos municípios de Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Santana de Parnaíba e Vargem Grande Paulista. Desse total, cerca de 1,1 milhão recebe água do Cantareira.

A2 Fotografia / Vagner Campos
Imagem ilustra como ficará o Sistema São Lourenço depois de concluídas as obras

A Sabesp protocolou pedido na Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e no Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica) para aumentar a outorga do futuro sistema para 6,4 mil l/s. Se for aprovado esse acréscimo, será possível abastecer mais 500 mil moradores de Santana do Parnaíba, Carapicuíba e Osasco, que hoje são exclusivamente atendidos pelo Sistema Cantareira.

Serão instalados 83 km de adutoras (grandes tubulações), incluindo um túnel de 1.100 metros pela serra e uma passagem por baixo da Rodovia Raposo Tavares. Em parte do trajeto, os tubos chegam a ter 2,10 metros de diâmetro. Um dos pontos principais é o bombeamento da água para superar o desnível de 300 metros da Serra de Paranapiacaba.

O projeto prevê ainda a construção de uma estação de tratamento de água em Vargem Grande Paulista e reservatórios para armazenar até 110 milhões de litros d´água.

Obras

A obra da PPP (Parceria Público-Privada) São Lourenço completou um ano no último dia 10 de abril. Com 1.200 funcionários trabalhando em 14 canteiros de obras, a PPP assentou mais de 3.000 metros de adutoras nos municípios de Ibiúna, Barueri e Carapicuíba.

Outro marco importante ocorreu em 27 de março, quando houve a primeira concretagem na área onde está sendo construída a ETA (Estação de Tratamento de Água) de Vargem Grande Paulista.

A previsão é entregar 26 quilômetros de adutoras até dezembro deste ano. O pico da obra será em janeiro de 2016, quando 3 mil funcionários estarão trabalhando simultaneamente.

Do Portal do Governo do Estado de SP

Saiba mais no Caderno Água

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest